Corinthians não cogita neste momento congelar ou diminuir salários dos jogadores durante paralisação

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Corinthians não cogita neste momento congelar ou diminuir salários dos jogadores durante paralisação

Coluna do Marco Bello

Entrevista de Marco Bello

3.9 mil visualizações 42 comentários Comunicar erro

Corinthians não cogita neste momento congelar ou diminuir salários dos jogadores durante paralisação

Diretor financeiro do Corinthians prevê dificuldades para o clube

Foto: Agência Corinthians

O Corinthians segue lidando com os efeitos da paralisação no futebol por conta do Covid-19, o novo coronavírus. Nesta segunda-feira, o diretor financeiro do clube, Matias Antonio Romano Ávila, falou a respeito das projeções financeiras do Timão e descartou a possibilidade de mexer nos salários dos jogadores e funcionários alvinegros neste momento.

“Nós temos compromissos, temos que pagar salários. Tem os funcionários do clube, também. Temos que manter as estruturas", explicou, em entrevista ao Meu Timão.

Ainda segundo o próprio diretor em outra entrevista recente ao portal, a folha salarial do Corinthians em 2020 é de aproximadamente R$ 11 milhões. A projeção, claro não é das melhores, mas o dirigente deixa claro que o prejuízo não se restringe ao clube do Parque São Jorge.

“Quem perde? Todo mundo perde. Todos os clubes estão em situação semelhante. Mas ainda não temos números porque ainda não conversamos com nenhum fornecedor”, explicou, completando sobre a necessidade de adequar as finanças do Corinthians com a situação delicada que vive o país.

“Nós temos a legislação especial que vai entrar em vigor agora. Mas não, em relação a isso, não. Vamos tentar adequar os compromissos do clube com as atividades futuras. Não queremos prejudicar ninguém, mas ao mesmo tempo temos que manter o clube forte e firme pra que a gente tenha um futuro pra todos”, finalizou.

Ainda é necessário ressaltar que a situação pode mudar caso o Corinthians seja obrigado a retornar os pagamentos das dívidas da Arena. O Meu Timão explicou a situação mais cedo aqui.

Todas as atividades do Corinthians estão paralisadas por conta da pandemia do Covid-19. A Arena Corinthians, o CT Joaquim Grava e o Parque São Jorge também se encontram fechados. Ainda não há uma previsão para a situação ser normalizada.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians, Elenco do Corinthians e Pandemia do coronavírus.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?