Alexandre Pato: problemas à vista

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Alexandre Pato: problemas à vista

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

83 mil visualizações 156 comentários Comunicar erro

Alexandre Pato: problemas à vista

Corinthians quer negociar Pato o mais rápido possível

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A relação entre Alexandre Pato e o empresário Gilmar Veloz já não é mais a mesma. Desde o processo impetrado na justiça pelo jogador contra o Corinthians e o São Paulo, as partes não têm mais a mesma intimidade. Problemas ligados à parte financeira dos contratos de Pato geraram rusgas entre ambos.

Pato tentou rescindir o contrato com o Corinthians por causa do atraso do pagamento de 10 meses de direito de imagem e, consequentemente, com o São Paulo, por atraso de 3 meses em seus vencimentos. O processo foi extinto com o pagamento de 4,3 milhões de reais pelos clubes ao atleta.

Desde então, porém, problemas aconteceram internamente entre agente e jogador. E estes problemas, segundo a coluna apurou, causaram o afastamento das duas partes, fato que pode dificultar uma transferência de Pato em um futuro próximo.

Gilmar Veloz foi contatado pela coluna, e perguntado se ainda representava o atleta, apenas respondeu: “Pergunte ao Pato”. Ao ser perguntado novamente, insistiu: “Pergunte ao Pato”.

A assessoria do jogador também foi contatada e disse desconhecer a situação. Já o jogador não atendeu aos telefonemas.

O problema entre Alexandre Pato e seu agente é ruim para a diretoria do Corinthians, que tenta conseguir uma transferência internacional ainda neste meio de ano, para tentar recuperar parte do dinheiro investido no atacante. O clube do Parque São Jorge gastou em 2013 cerca de 40 milhões de reais para repatriar o jogador.

Em 2014, com o fracasso dentro de campo atuando pelo Corinthians, Pato foi emprestado ao São Paulo. O empréstimo termina em dezembro deste ano, mas o contrato do atleta com o Corinthians termina apenas no final do ano que vem. Por isso o desespero da diretoria do Timão.

Caso não aconteça uma venda nos próximos meses, Pato teria que se apresentar no Parque Ecológico em janeiro próximo, e conviver durante 12 meses com desconfianças da torcida, da comissão técnica e dos jogadores. Tudo isso para 12 meses depois deixar o clube sem um só real recuperado.

E levando em conta que a função do agente do jogador é justamente ser o principal responsável por oferecê-lo ao mercado, encontrar possíveis compradores e negociar transferências, estes problemas vividos por Pato podem fazer com que esta não seja uma realidade tão absurda assim.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?