Uma 'cereja' de Carille chegou. Quais seriam as outras?

Mateus Pinheiro

Jornalista na ESPN, Mateus Pinheiro tem apenas 21 anos e já passou alguns deles escrevendo sobre o Coringão. Contaminado pela Epidemia Corinthiana.

ver detalhes

Uma 'cereja' de Carille chegou. Quais seriam as outras?

Coluna do Mateus Pinheiro

Opinião de Mateus Pinheiro

5.4 mil visualizações 60 comentários Comunicar erro

Uma 'cereja' de Carille chegou. Quais seriam as outras?

Foto: @teuscbpinheiro

Fábio Carille pediu 'três cerejas' no elenco do Corinthians. Uma delas já chegou. O absoluto e fortíssimo zagueiro Gil. Quanto a essa posição, o problema está sanado. Acontece que, como o próprio comadante ressaltou, mais dois poderiam e precisariam vir. A contratação esbarra em alguns problemas.

O primeiro deles, claro, é o financeiro. O Corinthians ainda não divulgou balanço financeiro do primeiro semestre deste ano. O clube fechou 2018 com déficit de R$ 18,5 milhões. No balanço de 2019 planejado pela atual gestão, a expectativa é fechar a atual temporada no azul em R$ 650 mil.

A venda de Douglas ao PAOK deve arrecadar R$11 milhões ao Corinthians, já que mantém 15% do jogador, e não tinha ele por inteiro. Com isso, o clube precisaria de mais 30 milhões para chegar ao esperado. Uma venda 'gorda' ou algumas pontuais podem acontecer para chegar no valor e tranquilizar os diretores.

No mais, Fábio Carille lembrou que apesar de necessárias, as cerejas "estão longe". Pode se pensar como mais uma tática do técnico, que insistiu que não havia nada fechado com Gil, dois dias antes do zagueiro ser anunciado.

Para o setor de ataque, Carille conta com os três centrovantes mais fixos, Gustavo, Boselli e Love, além das opções de beirada Clayson e Everaldo. Pedrinho deve ser mais utilizado pelo meio, alternando em chances com Sornoza, Jadson e Régis. Lucca, emprestado pelo Corinthians, voltou ao Brasil mas já deve seguir caminho direto à Salvador, para o Bahia.

Sendo assim, analisar peças que se encaxariam no mercado e já tiveram seu nome pelo menos ligado ao Corinthians nessa temporada vale como bom exercício:

ROGER GUEDES

Atacante do Shandong Luneng já foi especulado em muitos clubes nessa temporada. Com a pausa para Copa América, o nome foi um dos mais quentes no mercado. Segundo Thiago Salazar, da Gazeta Esportiva, o time ainda não desistiu do ex-Palmeiras, mas esbarra no acerto com os chineses, que até querem emprestar o jogador mas esperam compensação financeira. Além de que caso acertado com o Shandong, teria de reduzir a pedida do jogador, que gira em torno dos 800 mil reais,

LUCIANO

O atacante do Fluminense que já teve passagem pelo clube apareceu como opção ao Corinthians, que busca o tal "atacante próximo do centroavante". Até o momento, Luciano foi oferecido ao clube, como apurou o UOL.
Já fez 11 gols e deu três assistências em 2019.

RENATO AUGUSTO

Meio-campista do título brasileiro de 2015, Renato sempre teve seu retorno especulado no Corinthians. Segundo informações de Jorge Nicola, a volta do jogador é muito difícil. Os valores são astronômicos - pelo mercado chinês - e a diretoria informou que ainda não houve nenhuma conversa.

GIULIANO

O nome do meia-atacante, ex-Inter e Grêmio apareceu nas redes sociais, mas a situação é similar a de Renato Augusto. Recebe muito na Arábia e não tem interesse de voltar ao Brasil sem alguma proposta muito boa

ALEX TEIXEIRA

Já teve seu nome anunciado pelo Corinthians, mas viu seu clube chinês recuar e melar toda negociação. Assim, continuou por lá. Não foi especulado mais em times europeus e aparece com frequência nos tabloides e redes sociais de corinthianos. Seria um peça importantíssima na criação do time.

GIOVANI DOS SANTOS

Sim, aquele mesmo! Foi oferecido ao clube, não teve mais seu nome discutido, mas está sem clube. O mexicano tem 30 anos e tinha um salário altíssimo, fazendo com que seu nome seja bem difícil de vestir a camisa alvinegra.

A lista de possíveis "cerejas" não anima, afinal, o comportamento da diretoria é de agressividade zero em relação às contratações.

Sonda, espera que não se assuste com valores, normalmente isso acontece e dá as conversas por encerrado. Apesar disso, não é impossível acreditar na vinda de pelo menos mais um jogador. Até porque, não se fez um bolo sem a sua cereja, não é mesmo?

Coluna do Mateus Pinheiro

Por Mateus Pinheiro

Jornalista na ESPN, Mateus Pinheiro tem apenas 21 anos e já passou alguns deles escrevendo sobre o Coringão. Contaminado pela Epidemia Corinthiana.

O que você achou do post do Mateus Pinheiro?