O Corinthians de Carille deveria se espelhar na garotada do Sub-20

Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Vive Corinthians 24 horas por dia.

ver detalhes

O Corinthians de Carille deveria se espelhar na garotada do Sub-20

Coluna da Mayara Munhoz

Opinião de Mayara Munhoz

4.6 mil visualizações 92 comentários Comunicar erro

O Corinthians de Carille deveria se espelhar na garotada do Sub-20

Corinthians fez sete gols na Chapecoense em dois jogos na Copa do Brasil Sub-20

Foto: Rodrigo Gazzanel /Agência Corinthians

Para quem não sabe, o Corinthians jogou duas vezes pela Copa do Brasil nessa quarta-feira, dia 3. E as atuações das equipes alvinegras não poderiam ser mais diferentes.

O primeiro jogo foi do Sub-20. Os garotos enfrentaram a Chapecoense, no Parque São Jorge, e venceram por 3 a 0. A equipe está classificada para as quartas de final.

O resultado do profissional todos sabem: derrota para o Ceará por 1 a 0, mas classificação garantida por conta do primeiro jogo.

Por que estou falando isso? Porque os jogadores comandados por Fábio Carille deveriam se espelhar nos jovens de Barroca.

O Timãozinho tinha feito 4 a 0 no primeiro jogo, fora de casa. Poderia ter entrado em campo hoje, na Fazendinha, com time reserva e com a intenção apenas de segurar o resultado. Não o fez. Foi de time titular, contando até com Oya, que está no profissional, e fez a sua parte. Não foi uma grande partida, mas a equipe conseguiu marcar três gols e não sofrer dentro de campo.

No jogo da Arena Corinthians, o cenário era quase igual: vitória no primeiro jogo por 3 a 1. Mas o que vimos nos 90 minutos foram bem diferentes.

O Corinthians até passou a impressão inicial de que iria ignorar a vantagem e atacar o Ceará. Mas, depois dos 20 minutos, o rendimento caiu e o time parou de pressionar. Principalmente por ser um jogo em casa e por Carille ter iniciado com força máxima, eu, pelo menos, não esperava ver o Timão jogando com o regulamento embaixo do braço.

A equipe de Carille não fez um grande jogo e passou, mais uma vez, a impressão de que só joga quando é preciso jogar. Os resultados, claro, estão sendo satisfatórios. Mas não me agrada um time que parece gostar de trabalhar na zona de conforto.

Sei que não parece justo comparar as duas categorias. Não digo que precisava de um placar agregado de sete gols, como fez o Sub-20. Mas o Corinthians de Carille poderia ter demonstrado um pouco mais de vontade na partida desta quarta-feira. Nem que fosse só pelos que pagaram para estar presente lá na Arena.

Veja mais em: Elenco do Corinthians, Copa do Brasil e Corinthians Sub-20.

Coluna da Mayara Munhoz

Por Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Acompanha tudo que acontece no Corinthians, 24 horas por dia, há mais de dois anos e meio. Escreve mais com o coração do que com a razão.

O que você achou do post da Mayara Munhoz?