Derrota do Corinthians pode ser compreensível, mas agora é a hora do equilíbrio

Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Vive Corinthians 24 horas por dia.

ver detalhes

Derrota do Corinthians pode ser compreensível, mas agora é a hora do equilíbrio

Coluna da Mayara Munhoz

Opinião de Mayara Munhoz

6.1 mil visualizações 76 comentários Comunicar erro

Derrota do Corinthians pode ser compreensível, mas agora é a hora do equilíbrio

Corinthians perdeu para o Bahia na tarde deste domingo

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Enquanto assistia ao jogo do Corinthians neste domingo, lembrava de uma conversa recente que tive com um ex-jogador. Falávamos de como nós, jornalistas, esquecemos por vezes de pensar no lado humano de um jogador de futebol. De como a busca por audiência constante faz com que as críticas sejam distribuídas sem uma avaliação criteriosa da situação.

Não, não estou "passando o pano" para o time do Corinthians. O desempenho ontem foi abaixo do esperado para esse time e, mais que isso, para um time do Corinthians.

Mas, se pensarmos só um pouco antes de soltarmos as reclamações, conseguiremos ser ponderados e refletir sobre a maratona enfrentada pelos jogadores alvinegros.

O elenco foi bem reformulado, enfrentou um começo de ano turbulento e, mesmo assim, obteve sucesso em tudo que disputou até agora. Foi campeão do Paulista no domingo e três dias depois já estava em campo de novo conquistando uma classificação na Copa do Brasil. Em meio a isso, jogadores titulares se machucaram e ainda parentes próximos adoeceram ou morreram, como foram os caso de Boselli e Avelar.

Foram dias muito intensos para os seres humanos que vestem a camisa do Corinthians. Ok, você deve estar aí pensando: com o que eles ganham, a obrigação é isso mesmo. É, eu concordo. Mas, nem mesmo o homem mais rico do mundo é imune ao cansaço e aos sentimentos.

Então, vejo a falta de concentração deste domingo, o excesso de erros e o visível cansaço explicáveis diante desse cenário citado acima.

No entanto, apesar de entender e ponderar, sei que esses insucessos não podem acontecer novamente com o Corinthians. A ressaca de título já acabou, o cansaço já pode ser controlado e é hora de começar a equilibrar novamente o elenco alvinegro.

Não podemos deixar para pensar no Brasileirão depois da parada da Copa América. São nove rodadas e muitos pontos em jogo. Como ficou provado em 2017, o começo do Brasileiro é tão importante quanto a reta final.

Então, que a derrota contra o Bahia sirva para que Carille e a comissão técnica trabalhem em cima dos erros com o elenco para os próximos jogos. As maratonas irão existir durante todo o ano, já que a equipe ainda tem três competições para disputar.

Quarta-feira está aí. E ainda restam 37 rodadas pela frente.

É a hora do Corinthians encontrar o seu equilíbrio para conquistar ainda mais em 2019.

O Corinthians precisa ser manter na mesma linha sempre, constante.

E essa linha, claro, precisa estar sempre no alto.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Elenco do Corinthians.

Coluna da Mayara Munhoz

Por Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Acompanha tudo que acontece no Corinthians, 24 horas por dia, há mais de dois anos e meio. Escreve mais com o coração do que com a razão.

O que você achou do post da Mayara Munhoz?