Duas coisas fundamentais que ajudariam o Corinthians retomar o caminho do sucesso

Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Vive Corinthians 24 horas por dia.

ver detalhes

Duas coisas fundamentais que ajudariam o Corinthians retomar o caminho do sucesso

Coluna da Mayara Munhoz

Opinião de Mayara Munhoz

53 mil visualizações 84 comentários Comunicar erro

Duas coisas fundamentais que ajudariam o Corinthians retomar o caminho do sucesso

Roberto de Andrade e Flávio Adauto são exemplos da desorganização no Corinthians

Foto: Divulgação / Corinthians

Eu trabalho há quase dois anos no Meu Timão. O portal é composto por uma equipe de menos de dez pessoas que trabalham no dia-a-dia e a maior parte do contato é feito remotamente - cada um em sua própria casa. Tudo funciona muito bem, todos nós nos entendemos, temos os problemas que todo local de trabalho tem, mas nos ajudamos e conseguimos nos organizar da melhor maneira possível.

Organização e união. São duas coisas fundamentais na minha rotina dentro do Meu Timão, que fazem com que o site cresça cada dia mais e o trabalho tenha uma continuidade.

Para mim, são essas duas palavras, principalmente, que estão faltando e comprometendo a imagem do Corinthians nos últimos dias. O clube tem problemas políticos, financeiros e até dentro de campo? SIM! Mas, se as pessoas responsáveis por ele fossem organizadas e unidas, as coisas não estariam nesse estado deplorável que se encontram.

Pensem comigo: o time não consegue se classificar para a Libertadores e a torcida está insatisfeita com o desempenho da equipe. O que você, como diretor de futebol, faria? Abraçaria teu clube, bancaria teus jogadores, investiria em melhoras? Ou sairia na mídia falando mal do elenco, acabando com a moral dos jogadores, descartando contratações?

A falta de união dentro do Corinthians é refletida diariamente nas matérias e informações vazadas. Um técnico que tem uma promessa de permanência em uma semana e dias depois é demitido. Um presidente que concede uma coletiva de maneira agressiva e rebate as informações como se a culpa de tudo de errado dentro do clube fosse dos jornalistas que ali o questionam. Um diretor de futebol que diz que o elenco é ruim. Entre outros inúmeros erros dessa atual administração.

A união entre os responsáveis pelo clube facilitaria a comunicação entre eles mesmos e, principalmente, a organização interna. Outro problema grave do Corinthians. O clube está completamente perdido, sem organização alguma, sem alinhamento de nada. Em um dia uma informação é divulgada, no outro uma completamente diferente é dita. Como assim?

O Corinthians é uma empresa, como o Meu Timão. E como qualquer outra empresa precisa de organização. Precisa de um alinhamento entre os funcionários, de um planejamento a longo prazo, de união na hora de resolver os problemas. O Corinthians precisa de pessoas estratégicas no comando, e não estou falando do time de futebol. Precisa de uma pessoa que saiba que não deve falar que não conhece o técnico do atual campeão da Copa Libertadores da América.

O Corinthians precisa do corinthiano e o corinthiano precisa ter a certeza de que o Corinthians não vai se afundar ainda mais.

O Corinthians precisa de união, organização e seriedade. Precisamos, urgentemente, de um fio de esperança de que logo veremos uma luz no fim do túnel. 2017 está aí e queremos, esperamos e torcemos por dias melhores dentro e fora de campo.

Devolvam o Corinthians para o lugar que ele merece estar. Devolvam o nosso Corinthians!

Veja mais em: Diretoria do Corinthians.

Coluna da Mayara Munhoz

Por Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Acompanha tudo que acontece no Corinthians, 24 horas por dia, há mais de dois anos e meio. Escreve mais com o coração do que com a razão.

O que você achou do post da Mayara Munhoz?