Os quatro asiáticos (e o único africano) do Corinthians

Pergunte ao almanaque

Celso Dario Unzelte, jornalista e pesquisador, é comentarista das televisões por assinatura ESPN/ESPN Brasil, do programa Cartão Verde (TV Cultura) e professor de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero

ver detalhes

Os quatro asiáticos (e o único africano) do Corinthians

131 mil visualizações 69 comentários Comunicar erro

Os quatro asiáticos (e o único africano) do Corinthians

O chinês Zizao foi o último asiático a jogar no Corinthians, entre 2012 e 2013

Foto: Daniel Augusto Junior/Agência Corinthians

Na onda dos europeus e sul-americanos que jogaram no Corinthians, publicados nas semanas anteriores, o Wagner Santos, de Itanhaém (SP), pergunta sobre os jogadores asiáticos. De quebra, eu falo também do único africano que defendeu o Timão até hoje.

Faça como ele! Nós, aqui, vamos continuar respondendo as dúvidas dos internautas do site Meu Timão sobre história, estatísticas ou qualquer outro tipo de curiosidade ligada ao clube, como essa. A base para as respostas será sempre o Almanaque do Timão, trabalho que desenvolvo há mais de 20 anos sobre todos os jogos, jogadores e técnicos do nosso time desde 1910. Ele virou livro em 2000, foi reeditado em 2005 e agora existe na forma do APLICATIVO ALMANAQUE DO TIMÃO, para smartphones e tablets, que pode ser baixado (de graça!!!) via Apple Store ou Google Play. Nos dias (e noites) de jogos, esse aplicativo oficial do Corinthians continua sendo atualizado online.

O APLICATIVO ALMANAQUE DO TIMÃO também traz o GAME DO TIMÃO, uma plataforma de questões de múltipla escolha em que acertos e velocidade de resposta somarão pontos para um ranking geral de usuários cadastrados. Os mais bem ranqueados receberão prêmios periódicos (semanais, mensais, semestrais e anual), como réplicas de camisas antigas, camisas oficiais, camisetas, relógios, bijuterias, bonés e livros, além de visitas acompanhadas ao Memorial do Clube, no Parque São Jorge, e até ingressos de cortesia para jogos na Arena Corinthians.

CELSO UNZELTE

Celso, e os asiáticos que jogaram no Corinthians? Foram dois?

Wagner Santos
@wagnersantos

Imagino que um desses dois asiáticos do Timão a que você está se referindo seja o meia japonês Koichi Hashimoto (*Tóquio, Japão, 13/1/1969). Ele esteve no Brasil em 1994, cumprindo um estágio no Parque São Jorge, e acabou vestindo a camisa do clube em dois jogos durante uma excursão corinthiana a seu país de origem.

O outro asiático a que você se refere, e que também é o mais recente, deve ser o chinês Chen Zhizhao (*Panyu, Guangdong, China, 14/3/1988), que por aqui virou Zizao. Primeiro jogador chinês a atuar com a camisa do Corinthians, ele foi trazido por empréstimo junto ao Nanchang Hengyuan para reforçar o time — e principalmente o marketing. Na chegada, recebeu a camisa número 200, em homenagem ao bicentenário da imigração chinesa para o Brasil. Apesar de jogar pouco, foi convocado para a Seleção Chinesa. Não marcou nenhum gol, mas no empate por 1 a 1 com o Paulista, em Jundiaí, pelo Paulistão de 2013, em 20 de janeiro daquele ano, Zizao entrou como titular. Usando um novo número (35), driblou pela esquerda e deu uma assistência para Giovanni fazer o único gol corintiano naquela partida. Também fazia parte do elenco campeão da Libertadores (mesmo sem estar inscrito na competição), do Mundial de Clubes, em 2012, e da Recopa Sul-Americana, em 2013. Em 2014, Zizao voltou para a China, para jogar no Beijin Gouan.

Além desses, o Corinthians contou com outros dois asiáticos:

Nasi Felippe, volante que jogou em 1929 com o nome de Amendoim, nasceu em Beirute, no Líbano, em 1905. Ganhou este apelido porque gostava de roubar amendoins do empório do pai dos irmãos Apparício, ídolos corintianos, quando ele era criança. Entrou em campo apenas uma vez, no amistoso de inauguração do Estádio Antônio Carlos, em Belo Horizonte, contra o Atlético Mineiro (2 x 4, 30/5/1929). Amendoim veio do Sírio e foi para o Santos.

O quarto asiático do Timão, também libanês, é o meio-campista Adnan Abou-Rizk, nascido em Kfeir, em 3 de novembro de 1946. Contemporâneo de Rivellino, ele entrou e saiu do time titular durante cinco anos seguidos, mas nunca conseguiu um lugar. Contundiu-se seriamente em um lance com Zé Oto, do Bahia, e encerrou a carreira no Juventus.

Você não perguntou, mas antes que alguém pergunte eu informo, para fechar de vez esse assunto dos estrangeiros: até hoje, um único africano vestiu a camisa do Corinthians, em 1996. Trata-se do atacante Mark Frank Williams, nascido em 1º de agosto de 1966. Foi uma folclórica tentativa de solucionar os problemas de ataque do time, que deu em nada. Frank Williams, que tinha vindo do Michau Warriors, de seu país, acabou voltando para onde veio, a fim de jogar no Kaiser Chiefs, sem ter marcado um único golzinho nos três jogos de que participou como jogador corinthiano.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians.

Game do Timão

Coluna do Celso Dario Unzelte

Por Celso Dario Unzelte

Celso Dario Unzelte, jornalista e pesquisador, é comentarista das televisões por assinatura ESPN/ESPN Brasil, do programa Cartão Verde (TV Cultura) e professor de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero

O que você achou do post do Celso Unzelte?