Empresário assume que está negociando os naming rights da Arena Corinthians

Teleco

@Teleco1910 é um torcedor comum que gosta de conversar sobre o Corinthians. Ele não conseguirá responder aos comentários aqui, mas está sempre cornetando em 140 caracteres no Twitter.

ver detalhes

Entrevista com Francesco Arruda

Coluna do Teleco 1910

Opinião de Teleco

70 mil visualizações 214 comentários Comunicar erro

Entrevista com Francesco Arruda

Agora Vai? #SãoTomé

Foto: Emirates

Francesco Arruda é um empresário de 42 anos que trabalha em projetos ligados ao futebol e ao desenvolvimento do esporte.

Para os corinthianos, ele é mais conhecido como quem está negociando patrocínios para o Corinthians pela sua empresa, a Prime Sports Investiments de Londres.

Francesco me ligou de Dubai para conversarmos um pouco sobre polêmicas envolvendo seu nome, o que ele acha do Corinthians e patrocínios para o nosso clube.

Você esteve envolvido em uma polêmica recentemente, não? Você iludia jovens jogadores?

Isto não é verdade. Levei Luís Buffon para treinar no FC Kray (time alemão da quarta divisão), mas não foi aprovado pelo treinador. Ele chegou a ser contatado por "jornalistas" oferecendo dinheiro para falar mal de mim em matérias.

Coloquei outros jovens em clubes tailandeses, como Lucas Lima e Jhonny Guimarães que jogaram no Army United FC e no BEC Tero Sasana. Tinham motorista à disposição e toda a assistência. Não preciso enganar ninguém para ganhar dinheiro; sou uma pessoa íntegra e as acusações foram absurdas. Quem está negociando os naming rights da arena corinthiana não iria se sujar por três mil reais.

Veja, meu nome é oficialmente Francesco Arruda, a certidão de nascimento foi alterada legalmente, e queriam dizer que este não era meu nome verdadeiro... absurdo.

Se fala há muito tempo dos Naming Rights, e muita gente acha que não sairá mais, especialmente com a Emirates. Ainda existe negociação?

Em primeiro lugar, a maior interferência sobre os Naming Rights foi que sairam muitas matérias incorretas, sem nexo. Eu era bem próximo do antigo diretor geral da Emirates no Brasil (Ralf Aasmann) que sabia como estavam as negociações. Seu substituto (Stephane Perard, francês ex-Etihad) só cuida da operação brasileira e não está a par de patrocínios negociados pela matriz. Tudo que sai na imprensa sobre a Emirates é feito um clipping e enviado para Dubai, seja notícia, boato ou fofoca. Isto gerou um grande desgaste... acabei me afastando do Twitter e pedindo para o Roberto de Andrade, o Andrés Sanchez nem tocarem mais no assunto, para ver se diminuía o ruído. Veja, teve gente que mandou até mensagens ofensivas para o Sheikh Hamdan no Twitter... isto é o tipo de coisa que não ajuda em nada.

Como o futebol e a administração do clube influenciam na escolha de quem a Emirates patrocina?

Veja, a Emirates Airlines tem sido considerada a melhor companhia aérea do mundo nos últimos cinco anos. A empresa tem 1.500 vôos semanais saindo de Dubai, transportou 45 milhões de passageiros em 2014; é uma empresa enorme que pode escolher que quiser para patrocinar, e quer escolher um time exemplar. O Corinthians passou por algumas dificuldades dentro e fora de campo em 2013 e 2014, mas agora está se reerguendo com um excelente trabalho de Roberto de Andrade com Andrés e a diretoria de futebol. O bom desempenho do time e a readequação da folha de pagamento mostram uma face melhor para o mercado. Pés no chão como não ceder no caso de Guerrero, que não era nada no Hamburgo, fez um par de boas temporadas aqui e queria um absurdo de dinheiro para renovar... isso para mim é ingratidão.

Qualquer empresa séria quer saber onde está se metendo na hora de fazer um patrocínio. E com o bom desempenho administrativo e técnico do Corinthians, ele certamente está nos planos.


Francesco Arruda com o Sheikh Abdulla Bu Amim no Al-Nasr de Dubai

Você fez algo que se arrepende na negociação?

Acho que fui um pouco rápido demais. Tinha um ótimo suporte de Dubai, do governador, do presidente da Federação de Futebol dos Emirados, do governador, e acabei me apressando um pouco. Hoje tenho ótima relação com a diretoria de marketing do Corinthians e acho que estamos próximos de um acordo muito vantajoso para ambas as partes.

Quais são as propriedades discutidas no acordo?

Os naming rights já estão certos: valores, prazos e propriedades.

Além dos naming rights da Arena Corinthians, estamos negociando o patrocínio da camisa. A Emirates Airlines planeja colocar sua marca na frente e nas costas do uniforme e será exclusiva; nada de patrocínios de outras empresas. Fica a cargo de Boutros Boutros (VP de Comunicação Corporativa da Emirates) usar mangas, barra da camisa, ombros, calção... a princípio não é o plano.

Você pode divulgar os valores envolvidos e os prazos?

No momento ainda é informação confidencial. Eu e Andrés estamos conseguindo o maior investimento da história do futebol na América do Sul.

Podemos contar que será fechado nos próximos 30 a 60 dias?

Certamente será fechado antes do fim do ano. Terça-feira me reunirei com o Sheikh Ahmed Bin Saeed Al Maktoum (Chairman da Emirates Airlines) e quarta-feira com a diretoria financeira da companhia. Tudo está muito bem encaminhado: a conversa já saiu da parte comercial e estamos trabalhando na parte jurídica, confeccionando contratos e redigindo cláusulas.

Qual é a parte de Andrés Sanchez na negociação?

Andrés não tem participação monetária nenhuma neste acordo, não tem nenhum tipo de comissão, não tem nada com marcação de amistosos no Oriente Médio como um pagamento disfarçado, nada. Ele está fazendo isso pelo bem do Corinthians.

Então é assim que ficamos. Lembrando uma coisa: não existe meio fechado, ou fechou ou não fechou. Esperemos que dê certo com a Emirates ou outra empresa, porque o que interessa para nós é o Corinthians. Vai Corinthians!

Veja mais em: Naming Rights.

Coluna do Teleco 1910

Por Teleco 1910

@Teleco1910 é um torcedor comum que gosta de conversar sobre o Corinthians. Ele não conseguirá responder aos comentários aqui, mas está sempre cornetando em 140 caracteres no Twitter.

O que você achou do post do Teleco?