Corinthians não pode perder Pedrinho por causa do Pré-Olímpico

Tomás Rosolino

Tomás Rosolino é jornalista faz um tempo. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, ex-Agora SP e Gazeta Esportiva. Hoje no Meu Timão. Vejo muito esporte, todo dia, o dia todo.

ver detalhes

Corinthians não pode perder Pedrinho por causa do Pré-Olímpico

Coluna do Tomás Rosolino

Opinião de Tomás Rosolino

3.4 mil visualizações 45 comentários Comunicar erro

Corinthians não pode perder Pedrinho por causa do Pré-Olímpico

Pedrinho é o principal jogador do Corinthians do meio para a frente

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians está prestes a perder seu melhor jogador ofensivo para o jogo mais importante da temporada por causa da Seleção Sub-23 (!). Com a participação confirmada na Pré-Libertadores, o clube já sabe que entrará em campo na semana do dia 5 de fevereiro e, consequentemente, pode não ter à disposição o meia Pedrinho.

Presença constante nas convocações de André Jardine e camisa 10 da Seleção Olímpica, é praticamente impossível que o jogador não esteja na lista chamada para o Pré-Olímpico, na Colômbia, que será disputado entre 18 de janeiro e 9 de fevereiro. É esse justamente o fim de semana que intercala ida e volta do mata-mata mais importante do ano, ao menos no início da temporada.

Questionei o diretor de futebol do clube, Duílio Monteiro Alves, a respeito da possibilidade de perder o atleta para um duelo fundamental visando ao restante do ano. Sempre calmo, o dirigente explicou que vai esperar o chamado de Jardine, mas lembrou que convocações "são boas para o atleta e para o clube", um indício de que não haverá pedido de liberação.

Além de perder o primeiro duelo, Pedrinho ficaria fora da preparação do técnico Tiago Nunes. A previsão de viagem da sub-23 à Colômbia é no dia 12 de janeiro, apenas quatro depois da data de reapresentação do elenco corinthiano. Ou seja, o treinador o teria à disposição apenas a partir do sétimo jogo do ano.

O caso de Pedrinho lembra, por exemplo, a situação do São Paulo no ano passado. O clube do Morumbi liberou nomes como o volante Luan e o meia Igor Gomes, hoje titulares, para a disputa do Sul-Americano sub-20. Sem os dois, perdeu a ida para o Talleres-ARG e não conseguiu reverter o resultado na volta.

Com exemplos recentes em rivais, o Corinthians devia se resguardar para, ao menos, ter em campo o que de melhor pode apresentar. Cair na Pré-Libertadores seria um golpe muito forte para o início de trabalho de Nunes no clube.

Veja mais em: Pedrinho e Libertadores da América.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Tomás Rosolino

Por Tomás Rosolino

Tomás Rosolino é jornalista faz um tempo. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, ex-Agora SP e Gazeta Esportiva. Hoje no Meu Timão. Vejo muito esporte, todo dia, o dia todo.

O que você achou do post do Tomás Rosolino?

x