Sobre Mancini: a rapidez de uma decisão pode ser fundamental para 2021

Ulisses Lopresti

Vinte e três anos de vida e de corinthianismo. Jornalista, trabalho no Meu Timão. Escrevo aqui e apareço no Contra-Ataque, mídia alternativa de futebol.

ver detalhes

Sobre Mancini: a rapidez de uma decisão pode ser fundamental para 2021

Coluna do Ulisses Lopresti Figueiredo

Opinião de Ulisses Lopresti

4.9 mil visualizações 51 comentários Comunicar erro

Sobre Mancini: a rapidez de uma decisão pode ser fundamental para 2021

Corinthians de 2021: vence mas não convence

Foto: Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

A derrota para a Ferroviária, a entrevista do Luan ao SBT e o empate com o São Bento escancararam a necessidade da diretoria tomar uma decisão sobre o comando técnico do Corinthians. Essa coluna não é uma defesa sobre uma demissão do Vagner Mancini, mas uma defesa a uma escolha firme da diretoria.

O Corinthians vinha de uma boa sequência de resultados, mas as vitórias mascaravam más atuações desde o fim do Brasileirão. A derrota contra a Ferroviária foi bem na melhor partida do Timão na temporada, por isso, a análise tem que ir além dos resultados. A derrota escancarou uma falta de padrão da equipe. O time “reserva” jogou melhor que os escolhidos para decisões, como contra o Retrô-PE. Será que o Mancini ainda consegue criar um padrão para essa equipe?

As escolhas do técnico foram questionadas publicamente por um atleta. Luan deixou claro que está insatisfeito com a falta de sequência. Se antes víamos um time fechado com o técnico, com jogadores usando a expressão “Mancinismo” nas redes sociais, dessa vez ele foi cobrado publicamente. Isso não é um bom sinal, ainda mais se tratando da, teoricamente, maior estrela da equipe.

Eu acho que o treinador foi fundamental na luta contra o rebaixamento, e sua passagem no Timão tem lapsos de sucesso. Porém, o que se vê na prática é um time muito distante dos rivais. Ao analisar o financeiro é compreensível, mas ao olharmos o Santos, pensamos se não estamos tomando decisões erradas.

O Santos também vive uma grande crise financeira, mas apostou na base e em treinadores com curriculum de títulos. O time se moldou para jogar de acordo com o técnico. Sem muito investimento, nosso rival está sendo competitivo. Nós podemos repetir a dose.

Mancini é o melhor para apostar nessa fórmula? Ele vai ter que provar que mesmo sem jogadores de renomes pode ser o técnico da temporada. Mas aí, que tenha respaldo da diretoria. É justo cobrar um time que jogue melhor, mas é injusto deixar o treinador na corda bamba.

É necessário apostar e dar segurança o treinador de 2021, seja Mancini ou outro. A Sul-Americana já é semana que vem, que a decisão seja rápida e bem comunicada.

Veja mais em: Vagner Mancini, Diretoria do Corinthians e Mercado da bola.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Ulisses Lopresti Figueiredo

Por Ulisses Lopresti Figueiredo

Vinte e três anos de vida e de corinthianismo. Jornalista, trabalho no Meu Timão. Escrevo aqui e apareço no Contra-Ataque, mídia alternativa de futebol

O que você achou do post do Ulisses Lopresti?

x