Comentário de Ednaldo em "Dia de lembrar: nunca foi fácil, sempre foi..."