Comentário de ADELCO em "O que ainda te mantém em pé após mais um..."

Sou corinthiano desde 1959, quando, com sete anos de idade, li o nome Corinthians em um jornal e achei bonito. De 1959 a 1977 foram 18 anos de sofrimento. Mas, vi Pelé e Rivellino jogarem, um contra o outro, no Morumbi, com corinthianos e santistas torcendo lado a lado.

Hoje, velho, uma derrota do Corinthians consegue estragar o resto do meu dia. Minha família, toda ela corinthiana, já sabe e respeita o meu nervosismo, minha dor. Pra mim, somente uma palavra define o corinthiano: paixão. Paixão não se explica - se sente.

Adelço Vizu

em Post > O que ainda te mantém em pé após mais um revés, corinthiano?

Responda o comentário do ADELCO

  • 1000 caracteres restantes