Ataque ganha jogos. Defesa ganha campeonatos

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Guilherme Cardoso #1.738 @guilherme.cardoso.se em 16/08/2013 às 01:26

Vi este belo texto escrito pelo André Rocha, que é blogueiro da ESPN e apresenta o Olho Tático. Veja abaixo:

'Ataque ganha jogos, defesa ganha campeonatos'. A célebre frase de Phil Jackson, treinador multicampeão na NBA, vale para o basquete e também se encaixa no futebol. Mais ainda no Campeonato Brasileiro.

Não é ode ao defensivismo, são os números que comprovam. Desde o Fluminense de 2010 a defesa menos vazada leva o título. Em 2009, o campeão Flamengo sofreu apenas dois gols a mais que o São Paulo, que no ano anterior faturou o tri levando apenas um a mais que o vice Grêmio. Nas duas conquistas anteriores, Rogério Ceni foi o goleiro que menos buscou bolas nas redes.

Apenas por este aspecto, o Corinthians vai bem em 2013. Apenas seis gols sofridos em 14 rodadas. Um a mais que o São Paulo 2007, defesa menos vazada da era dos pontos corridos, com o mesmo número de jogos.

A equipe de Tite segue sólida sem a bola. Compacta os setores em 30 metros de campo como nenhuma outra no futebol brasileiro. É a referência.

Também posiciona a última linha com coberturas bem sincronizadas, fecha as possibilidades de passes e pressiona o homem da bola com intensidade. Time organizado, com movimentos e modelo de jogo definidos e toda a execução do 4-2-3-1 perfeitamente assimilada. Líder nos desarmes certos até aqui, com 368. Média de 26 por jogo (Footstats).

Reprodução TV Globo Flagrante do Corinthians compactando das linhas com os dez jogadores de linha em cerca de 30 metros de campo e pressão no homem da bola. Flagrante do Corinthians compactando das linhas com os dez jogadores de linha em cerca de 30 metros de campo e pressão no homem da bola.

Falta, porém, cumprir a primeira parte da frase de Jackson: o ataque precisa ganhar jogos. São apenas treze tentos, menos de um por partida. Só São Paulo, com dois jogos a menos, e o lanterna Náutico foram piores.

Na conquista de 2011, os números também não foram animadores. 53 gols marcados, apenas o oitavo ataque mais positivo. Mas a média de 1,4 por jogo tornou viável a campanha vitoriosa. Agora, se a meta é o hexacampeonato, se igualando a Flamengo e São Paulo, a ordem é evoluir ofensivamente. E muito.

As causas? Reduzir a análise à uma suposta 'retranca' parece simplismo. O atual campeão mundial é o quarto com mais posse de bola na competição e o líder em passes certos. Não é o Barcelona ou o Bayern que Guardiola tenta moldar, mas também está longe de ser um time reativo, que sempre abre mão do controle da bola e especula em contragolpes.

A sentida saída de Paulinho é uma justificativa plausível. Se o substituto Guilherme contribui para a fluência ofensiva articulando mais de trás, o volante da seleção brasileira e agora do Tottenham entrava na área para finalizar. E o melhor: com eficiência.

Ainda assim, talento não falta. Renato Augusto e Alexandre Pato qualificaram o elenco. Guerrero é o típico nove que finaliza e faz o trabalho de pivô, Romarinho já mostrou seu valor, Danilo tem ótimo timing para concluir as jogadas e Emerson é atacante de decidir jogos, como fez na Libertadores do ano passado.

O time ataca pelos lados, com o apoio alternado dos laterais Edenilson e Fabio Santos. Movimenta o quarteto ofensivo para desorganizar a marcação do oponente. Trabalha a bola parada, com os zagueiros Gil e Paulo André aparecendo na frente como opção para os cruzamentos.

O que falta, então? Contundência é a palavra! O Corinthians é o sexto time que menos finaliza no campeonato. A média de 4,1 conclusões na direção da meta por jogo é pífia, superior apenas à de Vitória, Atlético-MG e Criciúma. Mas a de arremates errados também é baixa: sete por partida. A sexta entre os 20 times.

Tite já prometeu e cumpriu nos treinamentos: 'Vou inchar as pernas dos atacantes com treinos de finalização'. Mas parece não ser o suficiente. Falta fome, o ímpeto de seguir atacando e fazendo o goleiro adversário trabalhar depois da vantagem construída. O time é essencialmente administrativo, pragmático. Faz poucos jogos 'malucos', com gols e viradas.

Talvez faltem concentração e paciência para a competição mais longa e o Corinthians, depois dos títulos estadual e da Recopa Sul-Americana, priorize, ainda que instintivamente, a Copa do Brasil. Em caso de conquista, o saldo no ano pode até ser considerado positivo. Mas é possível fazer mais e melhor.

Os sete empates, um a cada dois jogos, não são acaso. A equipe que se defende bem e trabalha a bola é menos ameaçada. Na hora de decidir, porém, falha ou arrisca pouco.

Com isso, não ganha os jogos que levam a taça para casa. Ou ao menos garantem o G-4, do qual se afastou depois do empate sem gols com o Fluminense no Maracanã vazio. Mais uma partida em que a melhor defesa não bastou. Um novo sinal de alerta.

1.096 visualizações e 17 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Marcelo Franco #73 @marcelo.franco em 16/08/2013 às 05:28

Basquete não tem empate, então essa lógica faz mais sentido. No futebol a vitória vale 3x mais que o empate, jogar para defender tudo bem... Para empatar, NUNCA.

Empatar fora é bom em mata-mata e com gols ainda.

Cecel Rodrigues #9 @cecelzinho em 17/08/2013 às 22:16

Defesa Ganha Campeonato = Sim

Ataque ganha Jogo = Sim

Conclussão: Se você não ganha jogos, certamente não ganhará um campeonato.

Últimas respostas

Guilherme Cardoso Serezani #1.738 @guilherme.cardoso.se em 18/08/2013 às 11:43

É exatamente isso que o texto explica. Defesa ganha campeonato, mas pra isso tem que marcar gol, nem que seja só 1 kkkkkkkk

Derik #512 @d3rik em 17/08/2013 às 22:12

" "

ótimo tópico cara, mas se não fizer gol, não vai valer a pena ter uma defesa boa, as duas tem que trabalhar em conjunto...A gente não fizaliza e quando finaliza finzaliza mal.

Publicidade

Walkíria Corinthianscarioca #32 @valbentoinne em 18/08/2013 às 01:19

Concordo, vi essa matéria e comecei a entender o Tite(ele tem tentado fazer milagres aqui, com esse pensamento ai da matéria da ESPN, com toda a certeza, quando nós 'torcedores' ficamos bravos a cada gol perdido, corra os olhos para ver a reação do Tite, e verá que mais que qualquer torcedor, ele é o que mais sente nessas horas)Ele sempre torce por um e no máximo 2 gols do seu ataque, e nem pense em levar um gol se quer a defesa que é e realmente tem que ser a prioridade em um campeonato de pontos corridos, essa estrátegia é perfeita, para quem quer ser campeão, tanto é isso que quando jogamos fora podemos perceber(principalmente no jogo contra o Fluflu)que a prioridade era uma vitória de 1X0, tanto que passada a prova da nosso esquema defensivo sólido em todo o jogo, nos minutos finais o Tite desembestou a fazer alterações que levassem o Time mais afrente(como quem diz é hora de ir pra cima e tentar o nosso 1X0, mais ainda assim contenha-se, muito cuidado, território inimigo, mais melhor que 1X0 é o 0x0, jamais!a derrota em prol do nosso esquema)Defesa sólidaX campeonato de pontos Corridos=Chance mais concreta de vencer o campeonato.

Thiago Jk #653 @maloqueirosifred em 18/08/2013 às 01:09

A defesa já boa até demais, agora o que falta é o ataque ter a gana de fazer gols e finalizar mais.

Raphael Traves #320 @raphael.traves em 18/08/2013 às 01:08

Todos ficam falando que tem que respeitar os outros times, tem que respeitar goleando geral!

Gustavo Gomes Pacheco #166 @corinthiano em 18/08/2013 às 00:55

Time grande e jogar pra ganha e já era!
#VaiCorinthians

Cecel Rodrigues #9 @cecelzinho em 17/08/2013 às 22:49

Empate em últimos casos apenas... A lógica é fácil cm você calculou msm

Cirio #11 @tibas em 17/08/2013 às 22:30

" "

Concordo Marcelo, se tomar 5 gols por jogo e fizer 7,8, são três pontos na conta, empate não ganha campeonato de pontos corridos, quem assim pensa que ganhar em casa e empatar fora é bom negócio, está equivocado, ainda mais quando tem jogos fora que são possiveis as vitórias.

Cirio Castre #11 @tibas em 17/08/2013 às 22:30

Concordo Marcelo, se tomar 5 gols por jogo e fizer 7,8, são três pontos na conta, empate não ganha campeonato de pontos corridos, quem assim pensa que ganhar em casa e empatar fora é bom negócio, está equivocado, ainda mais quando tem jogos fora que são possiveis as vitórias.

Marcelo #73 @marcelo.franco em 16/08/2013 às 05:28

" "

Basquete não tem empate, então essa lógica faz mais sentido. No futebol a vitória vale 3x mais que o empate, jogar para defender tudo bem... Para empatar, NUNCA.

Empatar fora é bom em mata-mata e com gols ainda.

Diego Sccp #259 @lhpdiego em 17/08/2013 às 22:26

Gols = ganha jogos = ganha campeonatos

Não adianta ter a melhor defesa e não fazer gols, só empatar em pontos corridos não vai levar a nada

Cirio Castre #11 @tibas em 17/08/2013 às 22:25

Amigão, respeito sua opinião, mas basquete é uma coisa e futebol, outra completamente diferente, a pontuação do basquete é mais dinamica e constante, ter uma boa defesa é metade do caminho, se não tomar gol e não marcar, fica no empate, e empate valem 1 ponto apenas.

O blogueiro foi mal na analise e comparação em esportes tão distintos.

Artur Neto #465 @artcorinthians em 17/08/2013 às 22:18

Só defesa não ganha campeonato não se iluda, precisa dos Gols ou seja do ataque, o que canha campeonato mesmo é um equilíbrio entre defesa, meio de campo e ataque, isso que ganha campeonato, o time está desiquilibrado, somente defesa e isso não ganha jogo!

1 a 10 de 16 respostas