Como equacionar uma temporada complicada (2018).

Fórum do Corinthians
Tópico popular Entenda as regras

Ivan #3.436 @ivan.silvano em 06/10/2017 às 21:43

O ano de 2018 reserva muitos desafios para o Corinthians, assim como aos demais clubes brasileiros. Por alguns componentes que integrarão o ano vindouro, à saber: Libertadores da América com esse novo formato; campeonato paulista começando mais cedo; copa do mundo que irá alterar o calendário do futebol; Copa do Brasil que em 2018 ganhará uma importância muito grande pela alta premiação.

Em virtude desses fatores a diretoria do futebol do Corinthians precisa começar a planejar a próxima temporada, com inteligência priorizando algumas competições em detrimento de outras.

Mas temos grandes problemas para 2018, trata-se de um ano eleições que pode alterar as diretrizes do clube, isso pode prejudicar muito a temporada. Sem um planejamento adequado podemos ter dificuldades. Outra grande questão é falta de dinheiro, que as vezes chega a ser irritante, conquanto bem presente na realidade corintiana.

Para seguimos vitoriosos precisamos a acima de qualquer coisa equacionar uma temporada complicada, especialmente para o Corinthians pelos fatos retro. Determinar prioridades é essencial, pé no chão e maturidade para encarar a temporada de 2018 é imprescindível.

1.045 visualizações e 22 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhor resposta

Renan Corinthians #127 @gandalf1910 em 07/10/2017 às 10:44

Já começa, tudo errado. Com as eleições sendo ano que vem, com a temporada já correndo. Essa semama foram as eleições no Cruzeiro, isso seria o mais lógico. O cara que assumir já pega um tempo para planejar.

Temos que qualificar o elenco muito fraco e teremos um dura Libertadores ano que vem. Fora as finanças desastrosas.

Senão se mexer a coisa só vai mais para o ralo

Últimas respostas

Douglas Shimaz #103 @duguinha2shae em 07/10/2017 às 22:23

As palavras como projeto, realidade financeira, conviccao e ideais da comissão técnica devem caminhar juntas para o planeamento de 2018

Ideal do nosso maior investimento para 2018, seria manutencao do elenco...algo que até os mais otimistas tem receio de cravar hoje

O que não pode ocorrer é vermos mais um desmanche, perder de uma vez vários jogadores peças chaves do time base

Por exemplo

Tentar seguar ao menos Balbuena se negociação Pablo não evoluir, já que temos ph, leo Santos, delamore emprestado e trazer 1 mais experiente

Se negociar jô que seja bem vendido, e utilizar montante para investir jogador do mesmo nível

(minha sugestão seria Kardec...mas tem contrato até dez/18 e tirar da china não é mole)

Mais do que trazer medalhoes, jogadores de status, prioridade é buscar jogadores pela característica que vão desempenhar funcao em campo...

Se não vira um amontoado de jogadores e não acaba criando liga coletiva, um bom exemplo negativo foi o Galo

Problema é nem temos ideia quem dirigira o clube na próxima temporada

Vai haver continuimo da turma do Andrés ou algum outro grupo fara frente com turma da situação?

Sem contar, que temos problemas de adminstracao da Arena, falta patrocinador forte para camisa, não contar com renda fiel torcedor e ainda em campo tentar segurar máximo grupo atual e ainda repor peças...

E sem novas perspectivas financeiras para 2018, o que nos resta é seguir é rezar...

Publicidade

Marcelo Corinthians #458 @corinthicelo em 07/10/2017 às 22:10

Ano que vem o futebol brasileiro vai decair muito, anota o que eu falo

Douglas Shimaz #103 @duguinha2shae em 07/10/2017 às 22:06

Algo o que aconteceu nas eleicoes com Cruzeiro agora nesse mês...

David #289 @huracan em 07/10/2017 às 16:13

" "

As eleições teriam que ser em meados de novembro...com final do mandato em dezembro...e o Novo Presidente assume a partir do 1º dia do Novo Ano..haveria assim algum tempo para programar a nova temporada e em caso de título no final do ano...o Presidente atual estaria presente...seria o mais justo...e mais lógico...que possam pensar nisso e alterar para as eleições futuras...VAI Timão

Beto Fonseca #181 @betofonseca em 07/10/2017 às 16:49

Os times brasileiros em geral quando tem grana qualificam qualificam qualificam e qualificam seus elencos para depois

Serem desclasificados por nacional guarani barcelona olimpia univ catolica ind del vale cerro nacional emelec entre outro super times

Isso quando não colocam time misto na Copa do Brasil

E cai sem sequer levar a sério!

Qualificar e ver um sulamericano mediano ser campeão da sulamericana ou Libertadores

Quando não um pequeno na Copa do Brasil

E ficar com aquele sentimento

O que este time atl nacional ou river tinha a mais que nosso time de 2015? 2013...14...2010...09...?

David TimÃo #289 @huracan em 07/10/2017 às 16:13

As eleições teriam que ser em meados de novembro...com final do mandato em dezembro...e o Novo Presidente assume a partir do 1º dia do Novo Ano..haveria assim algum tempo para programar a nova temporada e em caso de título no final do ano...o Presidente atual estaria presente...seria o mais justo...e mais lógico...que possam pensar nisso e alterar para as eleições futuras...VAI Timão

Antonio Trindade #3.170 @antonio.trindade em 07/10/2017 às 13:58

Desde 2014 é a mesma ladainha que o time não tem dinheiro e que o ano será sofrido.

É lamentável o que fizeram com o Corinthians...

Mario Ayres #222 @marioayres em 07/10/2017 às 12:30

No Paulista tem que usar mais a base, foi liberado pela FPF, para dar mais experiência. Alguns jogos o profissional para dar conjunto.

Wilson Antunes #235 @wawawa em 07/10/2017 às 12:26

Eu tenho um outro modo de ver as coisas...

Baseado nos anos anteriores, as boas contratações aconteceram, após o Paulistão.

Ivan #3436 @ivan.silvano em 07/10/2017 às 11:43

" "

Acho muito tarde, pois precisamos, como você bem disse, ver quem vai sair que vai ficar, para definir quais serão as posições mais carentes no elenco. O período de contratações querendo ou não começa agora, as melhores oportunidades estão disponíveis nesse momento, em janeiro e fevereiro só a rapa, e o que sobrou meu amigo com certeza não vai nos ajudar.

Wilson Antunes #235 @wawawa em 07/10/2017 às 12:23

Por fim

- Na proporção que os jogadores do principal atingirem a preparação ideal, iriam completando a relação dos 28 do Paulistão, com um detalhe, no término da primeira fase pode haver troca de nomes na relação.

A partir dai poderia ser delineado o grupo que iria começar o Brasileirão e a Libertadores, bem como definir quais os jogadores que iriam para o sub-23 e os que não seria aproveitados.

Com relação as contratações, acho prematura fazê-las, pois, vejamos...

Supondo que o Dutra seja contratado para se reserva do Jô... E o Danilo nessa nova função de conta do recado, ou ainda, durante o Paulistão, apareça um jogar que supere as expectativas... Começarão a inchar o elenco, ou perderem um oportunidade melhor.

Nesse mesmo caso, supondo que o Jô seja vendido, ficaremos com o Dutra que é um meia boca e ter de procurar um outro centroavante.

Wilson Antunes #235 @wawawa em 07/10/2017 às 11:58

Paulistão

- Do grupo que ficou no Brasil, com treinamento puxado para atingir a condição próxima ao ideal, seria selecionado um grupo de 15 jogadores que formaria o time que iniciaria a primeira fase do Paulistão.

Como a relação de 28 jogadores ficariam em aberto, pois como aconteceu em 2017, terá até o meio de fevereiro para completar a relação, podemos iniciar o torneio, mais tranquilo.

Enquanto isso o time principal faria a preparação física para iniciar a temporada em condições ideais.