Três anos do Hexa! Relembre o sexto título brasileiro do Corinthians em 2015

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Silas #2.373 @silas.emanuel.de.fre em 19/11/2018 às 13:11

Três anos do Hexa! Relembre o sexto título brasileiro do Corinthians em 2015

Antes de conquistar seu sétimo título brasileiro em 2017, o último título nacional do Corinthians foi em 2015. O Hexa veio após uma grande campanha, onde o alvinegro sobrou na tabela. Especificamente no segundo turno, o Corinthians não deu chance aos seus adversários além dos excelentes resultados, mostrou um futebol diferenciado, com posse de bola e excelente poder de decisão. Aquele ‘padrão Tite’ de qualidade, que levou o treinador à seleção brasileira no ano seguinte.

A campanha começou cercada de desconfiança, devido às recentes eliminações no Campeonato Paulista e Libertadores. A equipe que encheu aos olhos de todos no primeiro semestre com um excelente futebol, começou a ser questionada, devido aos maus resultados nas fases de mata-mata.

O principal golpe foi dado com a venda de Emerson Sheik e Guerrero ao Flamengo. Principalmente a saída do atacante peruano, gerou revolta na torcida do Corinthians e fez com que houvesse uma considerável queda de rendimento da equipe no começo do Brasileirão. A derrota para o Palmeiras na quarta rodada, em plena Arena Corinthians, parecia ser o começo de uma crise.

Na rodada seguinte, mais uma derrota para o Grêmio, e já se falava até em briga contra o rebaixamento. Entre triunfos e tropeços, o Corinthians subiu na tabela. Uma vitória marcante naquele primeiro turno, foi contra o Flamengo no Maracanã. Sob os olhares de Guerrero, recém chegado na equipe carioca, o Corinthians aplicou sonoros 3×0, com show de Elias, Renato Augusto e Jadson.

Na rodada seguinte, o jogo que colocou de vez o Corinthians na briga pelo título. 1×0 contra o líder Atlético-MG na Arena Corinthians. O jogo teve requintes de crueldade, com grande atuação do goleiro Walter. O gol saiu dos pés da nova dupla de ataque alvinegra. Vagner Love e Malcom.

Com a saída de Guerrero, Love era a primeira alternativa no ataque. Mas o camisa 99 estava cercado de desconfiança devido ao excesso de gols perdidos. O jovem Luciano ganhou espaço, e o Corinthians assumiu a liderança de vez, em uma de suas boas atuações. Dois gols na virada por 4×3 contra o Sport.

O Corinthians começou a se distanciar na tabela. Boas atuações e uma regularidade fora do comum. O empate contra o Palmeiras na 23ª rodada, simboliza o poder de reação que a equipe alvinegra tinha. Destaque para a boa atuação de Vagner Love, que voltava à equipe titular depois da lesão de Luciano.

Na 31ª e 32ª rodada, duas vitórias que também marcaram a conquista. Contra o Atlético-PR, sonoros 4×1 em plena Arena da Baixada. O time mostrou que jogava bonito e era efetivo, mesmo longe de seus domínios. Mais um show do craque daquele campeonato: Renato Augusto.

Contra o Flamengo, 1×0 com gol de Vagner Love. O tão contestado centroavante, se tornava decisivo na reta final do campeonato.

O jogo em que o Corinthians resumiu como foi sua caminhada naquele campeonato, foi na 33ª rodada. Confronto direto contra o único adversário que chegou perto de ameaçar o Hexa. O Atlético-MG tinha oito pontos a menos que o Corinthians, e buscava em sua casa, diminuir essa diferença. Pois a equipe paulista, não só venceu, como deu show. 3×0 com direito a ‘olé’, dentro do temido Horto.

O jogo do título foi exatamente no dia 19 de novembro. Contra o Vasco, bastava a vitória para que o título viesse. O Vasco brigava para não cair e dificultou as ações. 1×1, com o gol decisivo, mais uma vez de Vagner Love. Com a derrota do Atlético-MG na mesma rodada, o Corinthians matematicamente, se sagrou hexacampeão Brasileiro.

Mas a cereja do bolo, ainda estava por vir. O jogo da entrega da taça, foi contra o arqui-rival São Paulo, na Arena Corinthians. Tite optou por poupar os titulares, atitude até questionada por alguns torcedores. Ninguém queria que o São Paulo ‘carimbasse a faixa’ naquela data. Pois o que se viu, foi um passeio da equipe alvinegra. Os reservas deram um show. Foram 6×1, com show de jogadores que brilhariam posteriormente na própria equipe do Corinthians e até mesmo em outros clubes. Edu Dracena, Bruno Henrique, Rodriguinho, Lucca, Danilo e Romero, foram alguns dos nomes que marcaram essa goleada histórica.

Confira alguns números dessa campanha:

Vitórias: 24

Empates: 9

Derrotas: 5

Gols marcados: 71

Gols sofridos: 31

Pontos: 81 (recorde dos pontos corridos)

Aproveitamento: 71,1%

Cartões amarelos: 64 (menor número do campeonato)

Cartões vermelhos: 2 (menor número do campeonato)

Artilheiros: Jadson e Vagner Love – 13 gols (segunda melhor marca)

Gols dentro da área: 54 gols (76%)

Fora da área: 9 gols (12%)

Falta: 2 gols (2%)

Pênalti: 6 gols (8%)

Maior goleada: Corinthians 6×1 São Paulo, 36ª rodada

Maior público: 44.976 pagantes – Corinthians 6×1 São Paulo

Média de público: 34.149 pagantes (maior média do campeonato)

Muita coisa mudou desde então. O Corinthians conquistou o Hepta em 2017 e a partir daí perdeu diversas peças e aquele bom futebol não se vê mais nessa equipe. Mas a lembrança do timaço comandado por Tite, ficará eternamente guardada nos corações alvinegros.

2.100 visualizações e 40 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Diego Sccp #229 @lhpdiego em 19/11/2018 às 14:11

Era time pra ganhar tudo por uns 3 anos, mas os vermes acabaram com o time em apenas 1 ano.

Tinha que prender tds que estavam envolvidos no desmanche.

Henrique Ranieri @henrique.ranieri em 19/11/2018 às 16:09

O melhor futebol que eu vi um time brasileiro jogar

Poderiamos bater de frente com qualquer europeu nessa época, só um título pra esse time foi pouco

#saudades

Últimas respostas

Ivi Vieira Barleto #82 @queridinha.da.fiel em 21/11/2018 às 08:26

Nossa, nem me fala... Horrível

Lu #23 @lusiqueira em 19/11/2018 às 16:51

" "

Da desespero ver hoje Douglas, Avelar e Jonathas.

Publicidade

Gabriel Moreira #4.347 @gabriel1910.2014 em 21/11/2018 às 02:14

Put.A que saudade, quando o Corinthians era um time de verdade

Estevão Vieira #6.460 @estevao.vieira em 21/11/2018 às 01:52

Só lembranças.

Danilo Vieira @danilo.vieira16 em 20/11/2018 às 22:16

Saudade a época que vi o time jogar os olhos via alegria e hoje agente chora com esse elenco

Luiz Fernando Balestrero #3.447 @luiz.fernando.balest em 20/11/2018 às 12:11

Saudades desse time!

Lucas Iroldi #1.966 @iroldi em 20/11/2018 às 08:48

É por isso que torcedor feliz mesmo é de time grande europeu, segura quem quer, mantém sempre o time, nos torcemos para o maior da América atualmente e mesmo assim perdemos jogadores facilmente

Paulo Sérgio Curti Júnior #10.341 @paulo.sergio.curti.j em 20/11/2018 às 08:21

Vamos relembrar porque com essas administrações lesivar vamos ficar só na lembrança. A não ser que a torcida se mexa e use a força contra todos do grupo do Andrés e principalmente com ele.

Caio Vilela #3.780 @caio.vilela3 em 20/11/2018 às 00:21

Tinha que manter o elenco

"ale" Alexandre A. Justino S.c.c.p. #1.976 @alexandre.sccp1 em 19/11/2018 às 21:48

O bom futebol voltará, mas não com JAIR VENTURA.

Everton Gomes #194 @ton1982 em 19/11/2018 às 20:59

Cara, 5 derrotas só e um time que jogava por música.

Dos times campeões brasileiros, o que mais gosto são dos de 1999 e 2015.