Detesto o futebol gourmet

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Paulo #7.028 @paulinho1910 em 11/12/2014 às 18:43

Salve Fiel Torcida,

Como comportamento da torcida tem sido um assunto bem recorrente aqui no fórum (e eu sempre me intrometo) resolvi compartilhar este texto de um colunista da ESPN, achei bastante interessante a visão dele, eu particularmente não o conhecia esse cara mas achei bem interessante os assuntos que ele aborda como é o caso deste texto, e de um outro que vi que fala sobre violência policial no estádios, etc.

Vou reproduzir o texto aqui, mas quem puder acessa o link do texto original só pra dar uma moral pra ele.

http://espn.uol.com.br/post/461003_detesto-o-futebol-gourmet

Detesto o futebol gourmet

Gosto de arquibancadas divididas, por massas gigantescas se possível.

Detesto torcida única, um crime contra o futebol.

Gosto de times entrando em campo um de cada vez, para serem festejados ou vaiados.

Detesto equipes pisando juntas o gramado, ainda mais quando acompanhadas do pessoal da arbitragem.

Gosto de bandeiras, papel picado e bobinas desenrolando no ar.

Detesto torcidas que se comportam como platéias de teatro e se limitam a aplaudir.

Gosto de sinalizadores, não aquele naval, que mata, mas o inofensivo, de efeito meramente visual. E, admito, sinto saudades do espocar dos rojões.

Detesto bandeirinhas de plástico, em geral encomendadas pelo próprio clube ou seus patrocinadores, que coxinhas balançam abobadamente.

Gosto de ver grades e alambrados repletos de faixas. Trapos, como dizem os vizinhos desudamerica. E grandes bandeiras agitadas até com bola rolando.

Detesto o aspecto asséptico das tais arenas esterilizadas com suas lanchonetes que servem capuccino e são planejadas apenas para esse tal torcedor-cliente.

Gosto de ver a casa lotada, o que só costuma ser possível quando os cartolas cobram pelos ingressos preços compatíveis com o poder de compra do torcedor.

Detesto ver uma final esvaziada como a da Copa do Brasil 2014. Dois jogos em estádios que, juntos, poderiam receber mais de 80 mil pessoas e pouco mais de 70% dos espaços ocupados pelo povo.

Gosto do apoio incondicional, das vozes incessantes que vêm das arquibancadas e tomam a cancha. Da galera participando dos destinos da peleja.

Detesto animadores de torcida que determinam o que as pessoas devem gritar, cantar.

Gosto do futebol como ele é. Ou como era. Gosto do futebol como sempre foi.

Detesto esse tal futebol gourmet.

1.512 visualizações e 47 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Anderson Sabino #238 @sabino em 11/12/2014 às 18:57

Opa! Parabéns pela tópico! Venho defendendo muito a questão do comportamento da torcida, principalmente dentro da arena. Chamo inclusive de torcida 'gourmet', se preocupa com a pipoquinha, quem esta em pé, xingando jogador e não faz o principal... Apoiar... Se quer gritam CORINTHIANS! Sou a favor do respeito, principalmente da nossa tradição... Vai Corinthians!

Andelino Batista #298 @delino em 11/12/2014 às 19:12

O mais engraçado é que quando o tópico é bom, ninguém se interessa muito... Melhor ficar nos 1500 tópicos repetidos, pedindo jogador e xingando a diretoria... Rs Vai Corinthians!

Últimas respostas

Cleidson De Almeida E Sousa #29 @cleidson em 12/12/2014 às 11:50

Tem meu apoio

Publicidade

Gerson Neme #2.274 @gneme em 12/12/2014 às 11:41

O saudosista esqueceu de mencionar o assassinato do garoto boliviano!

Tudo em nome da alegria! Não é mesmo?

Alfredo Schurig #800 @contra.organizadas em 12/12/2014 às 11:37

Meu amigo, acontece que uma coisa sempre vai estar intrinsecamente ligada a outra.

Se você permitir que levem bandeiras nos estádios, uma hora alguém vai usar o pau da bandeira pra agredir outra pessoa. Se você permitir que usem rojoes, uma hora alguém vai disparar em direção de outra pessoa. Se você entender que estádio e lugar de se comportar do jeito que quiser, uma hora você vai encontrar alguém que discorda de suas atitudese e pode surgir uma briga.

A ideia de se criar um ambiente civilizado e tentar minimizar situações em que problemas como estes ocorram.

Existem estudos que apontam que quanto mais ordem houver em um ambiente, mais organizado, limpo e eficiente ele costuma ser, mesmo que seja frequentados pelas mesmas pessoas.

Um exemplo disso são os trens da CPTM... Antigamente eram sucateados, sujos e todo mundo andava do jeito que quisesse, inclusive em cima dos vagoes, cuspindo no chao, fumando, jogavam lixo em qualquer lugar, pixavam, etc... Então privatizaram, limparam, renovaram a frota e aquelas mesmas pessoas deixaram de tratar os trens como latas de lixo.

Você alega que historicamente, estádio de futebol era lugar de baderna. Mas esquece que nem sempre foi assim. Quando surgiram eram lugares bastante civilizados, frequentado inclusive por famílias. Ai começaram a ser abandonados, e viraram a terra de ninguém que você tanto gosta.

Eu prefiro utilizar os trens da CPTM do jeito que são hoje.

Paulo #7028 @paulinho1910 em 12/12/2014 às 09:37

" "

Alfredo, discordar das opiniões é um direito de todos e faz bem discutirmos pontos de vistas diferentes, porém não pode haver falta de respeito e até uma certa ignorância que você demonstrou em seu texto.

Eu não mijo no chão, não gosto de cerveja quente, quero minha água no copo (e gelada) e meu sanduiche no intervalo, quero quente, feito na hora e bem recheado. Aliás, no último sábado fiz uma reclamação direta com um dos gerentes das lanchonetes por dois motivos: primeiro, o mesmo estava manuseando lanches sem luvas e segundo por entender que a alimentação na nossa arena estava boa nos primeiros jogos, pra inglês ver, mas agora que o povão estava voltando a qualidade estava indo embora.

A única diferença de mim pra você é que eu gosto de cantar 90 minutos na arquibancada, mesmo ficando sem voz nos próximos dois dias. Eu quero que se dane o lugar marcado, quero ver um 'poropópó' pegando a arquibancada toda e não ligo nem um pouco se deixei de ver um gol (assim como não vi o primeiro da final da liberta) porque tinha um bandeirão ou uma faixa em cima de mim. Afinal, posso ver o lance na internet depois, pra mim o que importa é o Corinthians e gosto de sentir que fiz minha parte, que mesmo que 0,01% de participação eu ajudei no resultado de dentro do campo.

E acho sim que tem espaço para os dois públicos na arena, pois os dois públicos já existiam no Pacaembu, só que lá havia respeito. Eu, quando assisti jogos na numerada de lá, respeitei a preferência dos que estavam a minha volta e assisti o jogo sentado, numa boa. Mas do mesmo jeito que fiz isso, o torcedor da numerada tem que entender que se ele for para o lugar popular, ele vai ter que aguentar pessoas pulando e atrapalhando a visão dele, vai ter que entender que os 2 primeiros minutos de bola rolando ele Não vai ver porque o bandeirão vai estar aberto.

O problema da nossa nova casa, é que pessoas que não frequentavam estádio antes estão chegando agora e querendo mudar tudo. Arquibancada norte é lugar de povão, é lugar de festa. A sul também, e a leste inferior, que é o setor com mais conflito nesse sentido, é considerado pelo próprio Corinthians como 'popular', então o cara que vai ali tem que respeitar aquele que tá acostumado com a 'velha maneira' de torcer.

Com respeito, eu poderei torcer da minha maneira e você da sua. O que não pode ocorrer é você me descrever como um animal por ser como sou, nem eu te chamar de coxinha alienado por ser como é.

Gustavo Domin #3.480 @gustavo.domin em 12/12/2014 às 11:30

Juntou o lado ruim de ambos.

Thiago #4414 @thiagosaab em 12/12/2014 às 01:00

" "

O futebol da América do Sul tem suas vantagens: A emoção, a festa e a participação intensa da torcida e o futebol aguerrido.
O futebol europeu também tem vantagens: Muito organizado, campos perfeitos, verdadeiros tapetes, alto nível técnico e tático.

O problema é que o futebol do Brasil de hoje não se encaixa em nenhum dos dois. Não tem a estrutura e organização do futebol europeu e está proibido de fazer a festa da torcida latina sob risco de punição do STJD.

Que venham tempos melhores!

Gustavo Domin #3.480 @gustavo.domin em 12/12/2014 às 11:21

Um estádio desse tamanho, com 7 tipos de setores separados, tem espaço para todo mundo.

Alfredo #800 @contra.organizadas em 11/12/2014 às 23:17

" "

Este texto e a coisa mais estupida que já li sobre publico de estádios.

O problema e que só temos um estádio.

Então ou este estádio serve ao publico que prefere mijar no chao, tomar cerveja quente, água de torneira, de e comer sanduiche batizado ou serve aos que preferem entrar em um ambiente limpo, organizado e se servir de boas refeicoes e servicos.

Um mesmo estádio Não pode atender a estes 2 publicos de forma satisfatoria.

Anderson Sabino #238 @sabino em 12/12/2014 às 10:52

Fiel torcida e tradição, este era o assunto. Passar bem.

João #290 @joaovitalfn em 12/12/2014 às 10:48

" "

História do futebol, ele surgiu vindo do esporte que hoje é chamado de Rugby. Simples assim... Mas pode ficar tranquilo, enquanto vocês estiverem ai não vai acabar o 'futebol tradicional', afinal vocês gostam dele não? Mas podem ter certeza que o futuro é que o futebol no Brasil se pareça mais com o Europeu, tanto no conceito de espetáculo no gramado, quanto no conceito de profissionalizar esse amadorismo local.

João . #290 @joaovitalfn em 12/12/2014 às 10:48

História do futebol, ele surgiu vindo do esporte que hoje é chamado de Rugby. Simples assim... Mas pode ficar tranquilo, enquanto vocês estiverem ai não vai acabar o 'futebol tradicional', afinal vocês gostam dele não? Mas podem ter certeza que o futuro é que o futebol no Brasil se pareça mais com o Europeu, tanto no conceito de espetáculo no gramado, quanto no conceito de profissionalizar esse amadorismo local.

Anderson #238 @sabino em 12/12/2014 às 10:45

" "

Beleza, você não sabe o que esta falando.

Anderson Sabino #238 @sabino em 12/12/2014 às 10:45

Beleza, você não sabe o que esta falando.

João #290 @joaovitalfn em 12/12/2014 às 10:35

" "

Se tradições não mudassem seríamos apaixonados por Rugby e não por futebol.;)

João . #290 @joaovitalfn em 12/12/2014 às 10:35

Se tradições não mudassem seríamos apaixonados por Rugby e não por futebol.;)

Anderson #238 @sabino em 12/12/2014 às 10:13

" "

Tradição não se muda. Quer assistir o joguinho sentadinho, comendo pipoquinha, beleza... Mas apoie incondicionalmente. Por isso éramos diferentes, hoje estamos nos tornando uma torcida comum. Vai Corinthians!

Eduardo Cano #224 @educano em 12/12/2014 às 10:15

também é verdade... Que mesmo com o futebol Gourmet...existem possibilidades que as TOs por exemplo não aproveitam...então a culpa é da torcida brasileira também...Fumaça... Papel Picado...Faixas...isso é permitido...e as torcidas não fazem...não se unem nem pra cantar juntas...
Sobre os times...tenho saudades de quando os times entravam correndo em campo...já entrava no clima...hoje entram andando...com cara de desânimo.