Agora entendi - rodrigo figueiredo

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Thiago #1.247 @thizinho em 31/08/2017 às 14:35

agora entendi - rodrigo figueiredo

Agora ficou claro por que o Garoto ainda não teve chances, vamos confiar no Carille o garoto não tá pronto ainda, nem para ser emprestado.

4.175 visualizações e 62 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Wagner Dias #736 @wagnerdias em 31/08/2017 às 14:36

Mais alguns técnicos de plantão não entendem e não sabem esperar a hora certa.

Fernando De Lima #907 @fernan.86 em 31/08/2017 às 16:32

Só porque o empresário dele chamou ele de novo Socrates os caras querem que o Carille coloque pra jogar na tora. Tem que ter calma, eu confio no Carille ele que acompanha os jogadores todos os dias.

Últimas respostas

Gustavo Rebouças #90 @gustavo.reboucas em 03/09/2017 às 18:12

Na falta de argumentos, ad hominem.

Típico.

Gustavo #1292 @gustavo.vieira.amadi em 03/09/2017 às 18:00

" " Putz, agora eu entendi o seu problema, você é limitado. Acha que o comportamento humano é linear, acredita que todo mundo faz tudo igual na mesma situação.
Dica: Descubra o que é idiossincrasia, deverá ser um choque na sua vida.

Publicidade

Gustavo Vieira Amadio #1.292 @gustavo.vieira.amadi em 03/09/2017 às 18:00

Putz, agora eu entendi o seu problema, você é limitado. Acha que o comportamento humano é linear, acredita que todo mundo faz tudo igual na mesma situação.
Dica: Descubra o que é idiossincrasia, deverá ser um choque na sua vida.

Gustavo #90 @gustavo.reboucas em 03/09/2017 às 17:15

" "

Me admira muito você ter lido sobre um dos maiores técnicos da NBA e ele não ter te ensinado que pra dar oportunidades pra algum jogador, ele precisa se destacar nos treinos primeiro. Talvez porque isso é tão óbvio que ele nem tenha se dado ao trabalho.

30 minutos é pouco menos que a maioria jogou, na virada para o segundo tempo trocou o time quase inteiro (os poucos que permaneceram, trocaram de posição). Ainda assim, 30 minutos é mais do que suficiente pra um jogador que é responsável pelas jogadas de ataque de um time, aparecer.

'Ah mas ele preferiu tocar para o lado porque não quis servir alguém como o Kazim.'

Fizesse uma jogada individual então. Desse um lançamento, uma virada de jogo, mostrasse que tem visão de jogo, que consegue achar qualquer um em campo, ou até um chute de fora da área. É o trabalho de quem joga no meio de campo, não? E se ele servisse o Kazim e o turco não fizesse o gol, a culpa seria do turco, não dele, e ele teria o crédito de ter criado uma chance de gol, coisa que não fez.

Eu vi o jogo, o que é engraçado, porque tu disse que eu 'condeno' fácil, mas tu já saiu presumindo que eu não vi, e 'condenando' a minha opinião por isso. O jogo foi transmitido ao vivo pelo canal do Corinthians no Youtube e tá disponível lá até hoje pra qualquer um assistir e tirar suas próprias conclusões.

Gustavo Rebouças #90 @gustavo.reboucas em 03/09/2017 às 17:15

Me admira muito você ter lido sobre um dos maiores técnicos da NBA e ele não ter te ensinado que pra dar oportunidades pra algum jogador, ele precisa se destacar nos treinos primeiro. Talvez porque isso é tão óbvio que ele nem tenha se dado ao trabalho.

30 minutos é pouco menos que a maioria jogou, na virada para o segundo tempo trocou o time quase inteiro (os poucos que permaneceram, trocaram de posição). Ainda assim, 30 minutos é mais do que suficiente pra um jogador que é responsável pelas jogadas de ataque de um time, aparecer.

'Ah mas ele preferiu tocar para o lado porque não quis servir alguém como o Kazim.'

Fizesse uma jogada individual então. Desse um lançamento, uma virada de jogo, mostrasse que tem visão de jogo, que consegue achar qualquer um em campo, ou até um chute de fora da área. É o trabalho de quem joga no meio de campo, não? E se ele servisse o Kazim e o turco não fizesse o gol, a culpa seria do turco, não dele, e ele teria o crédito de ter criado uma chance de gol, coisa que não fez.

Eu vi o jogo, o que é engraçado, porque tu disse que eu 'condeno' fácil, mas tu já saiu presumindo que eu não vi, e 'condenando' a minha opinião por isso. O jogo foi transmitido ao vivo pelo canal do Corinthians no Youtube e tá disponível lá até hoje pra qualquer um assistir e tirar suas próprias conclusões.

Gustavo #1292 @gustavo.vieira.amadi em 03/09/2017 às 15:47

" " Cara, na boa, espero que você não seja juiz, promotor, policial ou algo do tipo, porque você 'condena' com uma facilidade surpreendente.
Eu não tirei nada da minha cabeça, mas talvez você tenha tirado da cabeça, dos outros.
Eu gosto e leio sobre esportes (semana passada terminei de ler um livro do Phil Jackson, maior treinador da história da NBA), você entrado em 'parafuso' com as histórias, além outras temas como liderança, psicologia, gestão, gestão de pessoas... Existe um termo que é 'Leão de treino', são os caras que arrebentam nos treinos mas na hora do 'vamos ver' viram piada.
Há jogadores/atletas que não se sentem valorizados quando não recebem oportunidades e só podem jogar 30 minutos servindo Kazim num jogo treino contra o Atibaia, e preferem tocar para o lado até que uma oportunidade melhor se apresente. Você não viu o jogo-treino está se baseando apenas em uma avaliação feita por alguém que, possivelmente, não conhece e que não sabe se realmente fez uma avaliação correta.

Gustavo Vieira Amadio #1.292 @gustavo.vieira.amadi em 03/09/2017 às 15:47

Cara, na boa, espero que você não seja juiz, promotor, policial ou algo do tipo, porque você 'condena' com uma facilidade surpreendente.
Eu não tirei nada da minha cabeça, mas talvez você tenha tirado da cabeça, dos outros.
Eu gosto e leio sobre esportes (semana passada terminei de ler um livro do Phil Jackson, maior treinador da história da NBA), você entrado em 'parafuso' com as histórias, além outras temas como liderança, psicologia, gestão, gestão de pessoas... Existe um termo que é 'Leão de treino', são os caras que arrebentam nos treinos mas na hora do 'vamos ver' viram piada.
Há jogadores/atletas que não se sentem valorizados quando não recebem oportunidades e só podem jogar 30 minutos servindo Kazim num jogo treino contra o Atibaia, e preferem tocar para o lado até que uma oportunidade melhor se apresente. Você não viu o jogo-treino está se baseando apenas em uma avaliação feita por alguém que, possivelmente, não conhece e que não sabe se realmente fez uma avaliação correta.

Gustavo #90 @gustavo.reboucas em 03/09/2017 às 03:25

" "

Não é eu que acho, é o Carille que dá a ordem para o treino ter intensidade do jogo. Ele inclusive falou disso sobre o período de 15 dias sem jogos mês passado. Se você não quiser entender isso, eu não posso fazer nada.

Se sentir desvalorizado por jogar e pegar ritmo de jogo? Era um jogo do time reserva. Isso incluiu jogadores que vem jogando recentemente, como Moisés, Kazim, Pedro Henrique, Camacho, Marquinhos, até o Pablo que é titular jogou pra pegar ritmo de jogo. Não é como se o time que jogou fosse o time dos piores dos piores.

Se o cara é orientado pra jogar com intensidade de jogo, e ainda assim não se motiva, é problema do jogador. Treinador não escala ninguém por ser bonito ou simpático, escala porque o cara se destaca nos treinos. Se nos treinos e nos jogos treinos ele não faz nada, como quer ser escalado? E a meritocracia fica onde? E o cara que se mata em todo treino, um Romero da vida, o que pensaria se visse um jogador que não mostra nada nos treinos ocupando a posição dele no time?

'Não importa o que façam, não receberão oportunidade'

Você fala isso baseado em quê? Você assiste todos os treinos? Já ouviu o Carille ou alguém da comissão falar isso? Ou você tá tirando isso da sua cabeça?

'Mesmo contra um time contra o Atibaia o cara recebe apenas 30 minutos de chance, entre os reservas.'

O que você queria, que ele fosse titular? Chama-se hierarquia. Marquinhos Gabriel começou naquela posição, porque ele é o reserva imediato para o time titular, caso aconteça algo com o Jadson (Clayson também é opção). O Rodrigo é uma das últimas, senão a última opção pra essa função, simples assim. E 30 minutos não é suficiente? Se tratando de um time como o Atibaia? O Giovanni Augusto que é criticadíssimo aqui e teve alguns minutos a mais em campo jogou melhor que ele, e olha que o Giovanni não foi nem de longe destaque do time.

Ninguém aqui tá se dizendo ser deus. A avaliação foi feita segundo esse jogo. E eu não preciso conhecer ninguém pra fazer avaliação de jogador, só preciso vê-lo jogando. Se o cara não consegue mostrar personalidade contra o todo poderoso Atibaia, vai mostrar contra quem?

Jorge Junior #1.906 @gtmil em 03/09/2017 às 06:44

Tem que deixar trabalhar com calma, torcida nw pode entrar na do empresario...depois queima, igual ao mateus pereira, e ficam falando que nw sabe aproveitar a base...

Gustavo Rebouças #90 @gustavo.reboucas em 03/09/2017 às 03:25

Não é eu que acho, é o Carille que dá a ordem para o treino ter intensidade do jogo. Ele inclusive falou disso sobre o período de 15 dias sem jogos mês passado. Se você não quiser entender isso, eu não posso fazer nada.

Se sentir desvalorizado por jogar e pegar ritmo de jogo? Era um jogo do time reserva. Isso incluiu jogadores que vem jogando recentemente, como Moisés, Kazim, Pedro Henrique, Camacho, Marquinhos, até o Pablo que é titular jogou pra pegar ritmo de jogo. Não é como se o time que jogou fosse o time dos piores dos piores.

Se o cara é orientado pra jogar com intensidade de jogo, e ainda assim não se motiva, é problema do jogador. Treinador não escala ninguém por ser bonito ou simpático, escala porque o cara se destaca nos treinos. Se nos treinos e nos jogos treinos ele não faz nada, como quer ser escalado? E a meritocracia fica onde? E o cara que se mata em todo treino, um Romero da vida, o que pensaria se visse um jogador que não mostra nada nos treinos ocupando a posição dele no time?

'Não importa o que façam, não receberão oportunidade'

Você fala isso baseado em quê? Você assiste todos os treinos? Já ouviu o Carille ou alguém da comissão falar isso? Ou você tá tirando isso da sua cabeça?

'Mesmo contra um time contra o Atibaia o cara recebe apenas 30 minutos de chance, entre os reservas.'

O que você queria, que ele fosse titular? Chama-se hierarquia. Marquinhos Gabriel começou naquela posição, porque ele é o reserva imediato para o time titular, caso aconteça algo com o Jadson (Clayson também é opção). O Rodrigo é uma das últimas, senão a última opção pra essa função, simples assim. E 30 minutos não é suficiente? Se tratando de um time como o Atibaia? O Giovanni Augusto que é criticadíssimo aqui e teve alguns minutos a mais em campo jogou melhor que ele, e olha que o Giovanni não foi nem de longe destaque do time.

Ninguém aqui tá se dizendo ser deus. A avaliação foi feita segundo esse jogo. E eu não preciso conhecer ninguém pra fazer avaliação de jogador, só preciso vê-lo jogando. Se o cara não consegue mostrar personalidade contra o todo poderoso Atibaia, vai mostrar contra quem?

Gustavo #1292 @gustavo.vieira.amadi em 02/09/2017 às 18:28

" " Eu não preciso entender nada só por que você acha que tem que ser assim.
Jogo treino para alguns é um jogo, para outros é só um treino.
Alguns se sentem desvalorizados quando jogam contra o Atibaia e sabem que não importa o que façam não receberão oportunidade. Mesmo contra um time contra o Atibaia o cara recebe apenas 30 minutos de chance, entre os reservas. E ainda alguns se julgam Deus e dizem que o cara não merece oportunidade simplesmente por ter lido uma analise feita por alguém que não conhecem.

Gustavo Vieira Amadio #1.292 @gustavo.vieira.amadi em 02/09/2017 às 18:28

Eu não preciso entender nada só por que você acha que tem que ser assim.
Jogo treino para alguns é um jogo, para outros é só um treino.
Alguns se sentem desvalorizados quando jogam contra o Atibaia e sabem que não importa o que façam não receberão oportunidade. Mesmo contra um time contra o Atibaia o cara recebe apenas 30 minutos de chance, entre os reservas. E ainda alguns se julgam Deus e dizem que o cara não merece oportunidade simplesmente por ter lido uma analise feita por alguém que não conhecem.

Gustavo #90 @gustavo.reboucas em 02/09/2017 às 12:26

" "

Mas isso não era um treino, era um jogo. Não é porque foi amistoso e no CT do Corinthians que deixa de ser um jogo.

Os jogadores são orientados a jogarem 'sério', com intensidade de jogo oficial, até porque, pela escalação daquele jogo, dá pra ver que 90% dos que jogaram são jogadores que estão buscando espaço, alguns buscando espaço no banco, inclusive. Isso é JUSTAMENTE pra dar ritmo de jogo pra todo mundo e garantir que se alguém que não vem jogando regularmente precisar entrar em algum jogo, não vai ficar se arrastando em campo.

Se o cara foi discreto mesmo num jogo amistoso, dentro do CT, sem torcida, como você acha que o técnico vai olhar pra ele e dizer: 'esse é o cara, vai jogar o próximo jogo'?

Você precisa entender também, que todo jogador, inclusive o Messi, um dia teve que conquistar o espaço dele no Barcelona. E ele fez isso como? TREINANDO.

Gustavo Rebouças #90 @gustavo.reboucas em 02/09/2017 às 12:31

Até na notícia de um menino da lateral direita que foi dispensado porque ERA RESERVA E NÃO JOGAVA NEM NA BASE tem gente chorando e dizendo que no futuro o Corinthians vai se arrepender.

Chega a ser engraçado, de tão ridículo. Tem que dar espaço pra base sim, mas só pros que merecem.

Kildare #443 @kildare.de.oliveira em 31/08/2017 às 23:09

" "

Infelizmente, parece que virou até uma NOIA essa modinha agora de querer pedir sempre jogador da base!

Ano passado, os caras choravam jogo após jogo por não darem uma chance ao Isaac Prado! Hoje o cara está na SÉRIE C, e nem lá joga! Pode conferir a ficha dele no site 'ogol'! Ou seja, se não serve pra jogar na terceira divisão, imagine no Corinthians!

Gustavo Rebouças #90 @gustavo.reboucas em 02/09/2017 às 12:26

Mas isso não era um treino, era um jogo. Não é porque foi amistoso e no CT do Corinthians que deixa de ser um jogo.

Os jogadores são orientados a jogarem 'sério', com intensidade de jogo oficial, até porque, pela escalação daquele jogo, dá pra ver que 90% dos que jogaram são jogadores que estão buscando espaço, alguns buscando espaço no banco, inclusive. Isso é JUSTAMENTE pra dar ritmo de jogo pra todo mundo e garantir que se alguém que não vem jogando regularmente precisar entrar em algum jogo, não vai ficar se arrastando em campo.

Se o cara foi discreto mesmo num jogo amistoso, dentro do CT, sem torcida, como você acha que o técnico vai olhar pra ele e dizer: 'esse é o cara, vai jogar o próximo jogo'?

Você precisa entender também, que todo jogador, inclusive o Messi, um dia teve que conquistar o espaço dele no Barcelona. E ele fez isso como? TREINANDO.

Gustavo #1292 @gustavo.vieira.amadi em 02/09/2017 às 11:35

" "

Cara se fosse por treino e jogo treino o Romário, Vampeta, Edilson e mais um monte de outros 'fracos' desse time não teriam entrado em campo jamais.

Eu treinava judô e o meu sensei contava uma história de uma garota que havia treinado lá e ninguém achava que faria alguma coisa em campeonatos se tentasse disputar algum. Nos treinos era sempre aquela 'nhaca'. A garota era bem lenta.

Quando ela participou do primeiro campeonato foi campeã, destruindo as outras. Foi conquistando títulos e dizimando adversárias. Durante os treinos era a mesma de sempre. Na hora da verdade era outra opostamente diferente.

Rodrigo já havia sido elogiado pelos torcedores que o viram JOGANDO.

Os grandes do mundo são conhecidos por suas qualidades JOGANDO.

NÃO CONHEÇO NINGUÉM QUE TENHA LEVADO O TÍTULO DE MELHOR DO MUNDO PELO QUE FEZ EM TREINOS.

SE FOR PELOS TREINOS O Kazim, COM TODO RESPEITO, NÃO DEVERIA TER RECEBIDO A PRIMEIRA OPORTUNIDADE.

Gustavo Vieira Amadio #1.292 @gustavo.vieira.amadi em 02/09/2017 às 11:35

Cara se fosse por treino e jogo treino o Romário, Vampeta, Edilson e mais um monte de outros 'fracos' desse time não teriam entrado em campo jamais.

Eu treinava judô e o meu sensei contava uma história de uma garota que havia treinado lá e ninguém achava que faria alguma coisa em campeonatos se tentasse disputar algum. Nos treinos era sempre aquela 'nhaca'. A garota era bem lenta.

Quando ela participou do primeiro campeonato foi campeã, destruindo as outras. Foi conquistando títulos e dizimando adversárias. Durante os treinos era a mesma de sempre. Na hora da verdade era outra opostamente diferente.

Rodrigo já havia sido elogiado pelos torcedores que o viram JOGANDO.

Os grandes do mundo são conhecidos por suas qualidades JOGANDO.

NÃO CONHEÇO NINGUÉM QUE TENHA LEVADO O TÍTULO DE MELHOR DO MUNDO PELO QUE FEZ EM TREINOS.

SE FOR PELOS TREINOS O Kazim, COM TODO RESPEITO, NÃO DEVERIA TER RECEBIDO A PRIMEIRA OPORTUNIDADE.