Jurídico do Corinthians diz que punições ao clube foram exageradas

Jurídico do Corinthians diz que punições ao clube foram exageradas

164 visualizações 0 comentários Comunicar erro

Problemas extracampo tornaram esta última semanas pouco favorável ao Corinthians no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Após receber na terça-feira, dia 9 de novembro, multa de R$ 10 mil e a perda de um mando de campo por conta dos incidentes ocorridos no clássico com o Palmeiras, o Timão voltou a ser punido na quinta, dia 11, com multa de R$ 5 mil, devido a invasão de campo de um torcedor no jogo contra o Vitória.

No entanto, para o advogado do clube paulistano João Zanforlin não há razão para um trabalho de conscientização junto a torcida corintiana, visto que, segundo ele, o Alvinegro foi injustiçado no tribunal.

"Eu acho que houve um exagero, mas não da torcida do Corinthians, porque a confusão toda foi da torcida do Palmeiras. Eu acho um absurdo concluir que a torcida corintiana apronta por causa disso. No outro jogo, apenas um torcedor entrou em campo e não houve dano algum. Acontece que coincidiu de haver dois julgamentos na mesma semana. Mas já entramos com o efeito suspensivo e tenho certeza de que no pleno a história será outra", disse Zanforlin.

No caso relacionado ao clássico contra o Palmeiras, denúncia partiu de uma prova de vídeo da Procuradoria, que teve acessos a imagens em que torcedores do Palmeiras, inconformados com a derrota no clássico no Pacaembu, agiram com vandalismo ainda nas arquibancadas, arremessando copos com urina, pedras e até grade de ferro em direção a jornalistas e torcedores corintianos. O Timão foi denunciado por “deixar de manter local com infra-estrutura necessária a assegurar a segurança”, como prevê o artigo 211, e “deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir o lançamento de objetos”, conforme o artigo 213 § 1º III, ambos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Já na partida contra o Vitória, um torcedor entrou no gramado para comemorar com os jogadores após um gol do volante Paulinho aos 47 minutos. Pelo fato ter sido narrado na súmula, o time do Parque São Jorge foi denunciado também conforme o artigo 213 do CBJD.

O departamento jurídico do clube alvinegro já obteve um efeito suspensivo que o faz poder mandar seus jogos no Pacaembu, pelo menos até que haja um novo julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), agora no Pleno, em segunda instância.

Fonte: Justiça Desportiva

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Felipe Ezabella durante a eleição no Parque São Jorge

    Preferência da opinião pública e manutenção do DNA da chapa: Ezabella comemora primeira eleição

    ver detalhes
  • Mauro da Silva (auxiliar), Duílio Monteiro Alves (diretor-adjunto de futebol) e Alessandro (gerente) durante um dos treinos no CT

    Diretoria assume dificuldade por um 9: 'Futebol na América do Sul pagando salários de Europa'

    ver detalhes
  • Veja gols e lances de Matheus Matias, novo reforço do Corinthians

    VÍDEO: Veja gols e lances de Matheus Matias, novo reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves, diretor-adjunto de futebol do Corinthians

    Diretor do Corinthians sobre renovação de Balbuena: 'Não podemos dar um passo maior do que a perna'

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes