Corinthians rejeita R$ 220 mi por 'naming rights', mas baixa valor pedido, diz coluna

Corinthians rejeita R$ 220 mi por 'naming rights', mas baixa valor pedido, diz coluna

Por Meu Timão

O Corinthians recusou uma proposta de R$ 350 milhões pelos 'naming rights' de seu estádio que está sendo erguido em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, provavelmente feita por uma empresa aérea estrangeira. O presidente do clube, Andrés Sanchez, estipulou em R$ 350 milhões o valor que deseja para deixar uma companhia colocar o nome dela na arena.

É o que informa a coluna de Mônica Bergamo na edição desta quinta-feira da 'Folha de S. Paulo', a qual traz até fala de Andrés, obtida em um jantar oferecido por um empresário ao narrador Galvão Bueno, da TV Globo. 'Queremos um valor maior, R$ 350 milhões', afirmou o mandatário corintiano.

A pedida, no entanto, já é R$ 50 milhões abaixo da colocada pelo próprio Andrés quando do anúncio do calendário da Copa do Mundo de 2014, no qual foi informado oficialmente que o estádio do clube receberá a abertura do evento.

Na ocasião, Galvão Bueno questionou o presidente alvinegro sobre qual seria o valor para uma empresa estampar o nome e ouviu como resposta R$ 400 milhões.

Fonte: ESPN

Veja Mais:

  • Cássio foi mais uma vez chamado por Tite

    Cássio é convocado por Tite e desfalca Corinthians em até três jogos no Brasileirão

    ver detalhes
  • Pablo segue com a situação indefinida para 2018

    Bordeaux endurece com agente de Pablo e avisa: para outro clube o valor é dobrado

    ver detalhes
  • Carille viu seu time tropeçar de novo no segundo turno do Campeonato Brasileiro

    Chances de título do Corinthians seguem caindo; matemáticos colocam arquirrival de vez na briga

    ver detalhes
  • Jô tem permanência incerta no Corinthians para 2018

    Portal destrincha o porquê da cautela do Corinthians para contratar atacante para 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes