Incentivo Fiscal: Tem time que usou e não quer contar!

Incentivo Fiscal: Tem time que usou e não quer contar!

Por Meu Timão

Morumbi foi doado pelo Governador da época

Morumbi foi doado pelo Governador da época

Saudações alvinegras! Já dizia o velho ditado que “pau que bate em Chico, também bate em Francisco”, então este post nos mostrará que pau que bate em Corinthians também bate em Bambi, Porco, Sardinha e toda a fila chorosa dos antis.

Gestão Pública virou, de repente, um assunto importante. Claro, só quando tem o Corinthians envolvido. Aí todos se tornam os maiores fiscais da lei, politizados e sempre de olhos abertos a qualquer mínimo deslize das autoridades. Isso é Brasil, que só se move quando o assunto é futebol, principalmente quando é contra o Coringão.

Ninguém precisa saber mesmo a diferença entre incentivo, insenção, doação ou sei lá o que mais que inventam. Nem também algo relacionado a orçamentos específicos. Não, amigos. Quando o assunto é Corinthians, o legal mesmo é arrotar asneiras aos quatro cantos, batendo no peito e bradando que faltam dinheiro para os hospitais (sic). Juro que toda vez que leio isso, dou risada.

Então, vamos aos fatos: Só o Corinthians ganhou incentivo fiscal? Não amigos. Não mesmo.

A nota oficial do site, anteriormente publicada neste blog, nos mostra com clareza:

O incentivo fiscal consiste em isentar do ISS os serviços de construção do estádio. Esta isenção, na verdade, é concedida aos serviços de construção (ou reforma) pelas 12 cidades-sede da Copa do Mundo, inclusive Porto Alegre e Curitiba, nas quais os titulares dos estádios são privados (Internacional e Atlético Paranaense, respectivamente). Isentar do ISS os serviços de construção foi um compromisso assumido pelas 12 cidades-sede perante a FIFA, em documento chamado “Matriz de Responsabilidades”, que conjuga uma série de obrigações impostas pela FIFA, em todas as Copas do Mundo, como condição a todas as cidades (e Estados) que pretendem sediar o evento.

Portanto, ao isentar a construção de ISS, São Paulo está apenas cumprindo a obrigação assumida pelo Município perante a FIFA.

Aliás, quando a Matriz de Responsabilidades foi assinada por São Paulo, em 13 de janeiro de 2010, o estádio paulistano que gozaria da isenção de ISS em sua reforma era outro (por coincidência, também particular).

Então vamos aos outros utilizadores de incentivo fiscal que tanto nos cobram:

Internacional de Porto Alegre:

O presidente do Internacional, Vitorio Piffero, solicitou ao deputado apoio ao projeto de incentivo fiscal aos investimentos para adequação das cidades-sede da Copa 2014. “Com o incentivo, as obras poderiam andar bem mais rápido”, garantiu Piffero.

Fonte: http://www.internacional.com.br/pagina.php?modulo=2&setor=18&codigo=9669

Palmeiras:

Em nota no site oficial:

Os recursos para a construção do CT do Palmeiras virão por meio da Lei de Incentivo Fiscal. O projeto, já aprovado no Ministério do Esporte, gira em torno de R$ 30 milhões e está divido em três fases.

Fonte: http://www.palmeiras.com.br/noticias/2010/05/21as00h04-id2499-palmeiras+apresenta+projeto+do+ct+da+base+em+sao+roque.shtml

Após Corinthians, WTorre promete lutar por incentivos fiscais para Arena Palestra
“Não é possível um ter direito e o outro não. Queremos ter apenas as mesmas oportunidades. Estamos atentos”, afirmou Rogério Dezembro, ex-diretor de marketing do Palmeiras e atual diretor de novos negócios da WTorre, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Fonte:http://espn.estadao.com.br/corinthians/noticia/198550_APOS+CORINTHIANS+WTORRE+PROMETE+LUTAR+POR+INCENTIVOS+FISCAIS+PARA+ARENA+PALESTRA

São Paulo

Sobre o terreno do Morumbi:
“Era propriedade (80%) do ex-governador Adhemar de Barros (1947-1951, 1963-1966). Em 1950 arrenda junto à prefeitura uma gleba de terra de 2.333.916 m² na região oeste da cidade. Acusado foi Adhemar de ter obtido a verba para tal compra quando era Governador do Estado, por empréstimo ilicito.”

Sobre Laudo Natel:
“Foi também diretor financeiro e presidente do São Paulo Futebol Clube, do qual é patrono graças a sua atuação na prospecção de recursos para viabilizar a construção do estádio do Morumbi, entre 1952 e 1970.”

Documentos sobre a doação: http://inblogs.com.br/news/artigosnews/morumbi-foi-dado-ao-sao-paulo-de-maneira-irregular?page=2

Link sobre auxílio do governo para expansão do Morumbi: http://camaramunicipalsp.qaplaweb.com.br/cgi-bin/wxis.bin/iah/scripts/?IsisScript=iah.xis&lang=pt&format=detalhado.pft&base=proje&form=A&nextAction=search&indexSearch=^nTw^lTodos%20os%20campos&exprSearch=P=PL3011956

Visto que somente 3/4 do terreno poderiam ser utilizados para o estádio, ficando o outro resto um parque infantil e um estacionamento, parte nunca cumprida pelo SPFC. No mais, nunca houve explicação clara de onde veio o dinheiro, que não foi sequer um INCENTIVO e sim uma DOAÇÃO da Imobiliária e Construtora Aricanduva endossada pelo então prefeito de São Paulo Armando Arruda Pereira. Todos tiveram lucros com isso, o terreno continua irregular até hoje e por parte da entidade São Paulo Futebol Clube, nunca foi gasto um centavo com terreno e parte da construção.

E mais um: Documentário sobre título do São Paulo receberá incentivos fiscais:

A Secretaria de Estado da Cultura publicou nesta quarta-feira no Diário Oficial um despacho do secretário Andrea Matarazzo liberando a inclusão do documentário Soberano 2, focado na história do São Paulo, no programa cultural de incentivos fiscais do Estado e autorizou à produtora responsável pelo projeto a captação de R$ 600 mil no mercado.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,documentario-sobre-titulo-mundial-do-sao-paulo-recebera-incentivos-fiscais,747556,0.htm

Então esses aí podem, Arnaldo?

Outros Incentivos:

O São Paulo conseguiu um incentivo de 10 milhões para o CT de Cotia. Santos quer incentivo para reforma das categorias de base. Atlético Mineiro conseguiu investimento para a Cidade do Galo.

Fonte: http://www.olheiros.net/artigo/ler/887

Santos quer matar a gente de rir:

“Presidente do Santos diz que vai a Dilma pedir para manter Neymar”

“É uma questão de Estado. O governo tem grandes empresas que investem no esporte”

Realmente… investir no esporte agora virou sinônimo de manter jogador nos clubes? Ok.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/esporte/949178-presidente-do-santos-diz-que-vai-a-dilma-para-manter-neymar.shtml

Conclusões

Então amigos, espalhem este link. Mostrem o que a mídia não quer mostrar em larga escala. Mostrem os incentivos que outros clubes receberam. Afinal, se é direito deles, também é nosso. E ninguém nesse pode reclamar do uso de incentivos que são concedidos a qualquer construção neste país.

Se contra o Corinthians o choro é maior, aconselho a chorarem na cama, que é mais quentinho!

E Vai Corinthians, contra tudo e contra todos.

Fonte: @Corinthiana por Nayara Perone

Veja Mais:

  • Timão conquistou Paulistão sobre a Ponte Preta; times voltam a se enfrentar logo na abertura de 2018

    Corinthians conhece data, horário e transmissão dos primeiros sete jogos do Paulistão

    ver detalhes
  • Gustavo Scarpa está negociando com o Corinthians para 2018

    Arquirrival perde força, e Corinthians volta ao páreo pela contratação de Scarpa

    ver detalhes
  • Balbuena ganhou status de líder no plantel alvinegro

    Priorizando renovação, Corinthians aguarda agentes de Balbuena para reunião

    ver detalhes
  • Super carros do Monster Jam já estão na Arena Corinthians

    Carros gigantes chegam à Arena Corinthians para evento deste sábado; veja fotos

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes