Corinthians quebra recorde de arrecadação do esporte no Brasil em 2012

Corinthians quebra recorde de arrecadação do esporte no Brasil em 2012

2.4 mil visualizações 17 comentários Comunicar erro

Pouca gente notou, mas o Corinthians entrou oficialmente para a história do esporte brasileiro no fim de fevereiro.

De modo inédito no país, o alvinegro paulista divulgou em seu site oficial a composição de suas receitas no ano de 2012. Confirmando as expectativas dos muitos triunfos dentro de campo, o clube arrecadou nada menos que R$ 358,5 milhões.

Gráfico mostra origem da receita do Corinthians.
Com esse valor, o Timão consegue o maior resultado econômico de uma instituição esportiva no Brasil. Superior –inclusive—ao faturamento da CBF em 2011, já que a entidade perdeu muitos patrocínios em 2012 e não deve superar a receita corintiana.

Ao contrário do que se especula, o patrocínio de camisa (incluindo a parte dos valores vindos do contrato com a Caixa Econômica Federal firmado em novembro de 2012) responde a menos de 1/5 da receita milionária do clube paulista. Veja o detalhamento abaixo:

  • Receitas de TV – R$ 153,8 milhões
  • Patrocínio e Publicidade – R$ 64,7 milhões
  • Social e Amador – R$ 47,6 milhões
  • Bilheteria – R$ 35,1 milhões
  • Negociação de Atletas – R$ 33,8 milhões
  • Outras receitas – R$ 23,5 milhões
  • Mais detalhes podem ser obtidos aqui.

Fonte: Yahoo

Veja Mais:

  • Jogadores foram apresentados juntos pelo Jiangsu Suning, em 2016

    Jô comemora possível contratação e revela conselhos sobre o Corinthians para Alex Teixeira

    ver detalhes
  • Rodriguinho comemora golaço na Arena Corinthians

    Com golaço e até 'nó tático', Corinthians detona Palmeiras e vence primeiro Dérbi de 2018

    ver detalhes
  • Mosaico contra o Palmeiras, pela primeira fase do Paulistão 2018

    Arena Corinthians já teve 12 mosaicos desde a inauguração; relembre os temas e as fotos

    ver detalhes
  • Alex Teixeira tem acordo verbal com o Timão até o final do ano

    Corinthians pode inscrever Alex Teixeira na Libertadores mesmo sem fechar acordo; entenda

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes