Racing Club x Corinthians

Pela Copa Sul-Americana, o Corinthians enfrenta agora o Racing Club

Acompanhe ao vivo

Lado direito foi atalho para o Corinthians pulverizar retrospecto do Tijuana

Lado direito foi atalho para o Corinthians pulverizar retrospecto do Tijuana

Guerrero comemora gol com jogada de Renato Augusto

Guerrero comemora gol com jogada de Renato Augusto

O campeão mexicano adentrou o Pacaembu com 100% de aproveitamento em três partidas, seis gols marcados, nenhum sofrido e o status de ter quebrado a invencibilidade de 16 jogos na Libertadores do Corinthians.

O bom início com chute perigoso do rápido Riascos às costas de Fabio Santos justificava o respeito do campeão sul-americano e mundial, mesmo apoiado por sua torcida.

Até a equipe de Tite, mais uma vez no 4-4-2, descobrir o lado direito como o caminho mais curto para superar o outrora sólido sistema defensivo do oponente. Alessandro e, especialmente, Renato Augusto voaram pelo setor e contaram com o auxílio sempre útil de Paulinho.

No rebote do chutaço de Renato Augusto no travessão, gol de Pato. O atacante, que perdera chance cristalina no início, saiu lesionado para a entrada de Romarinho. A alteração forçada gerou uma mudança tática: volta ao 4-2-3-1 habitual com Romarinho se alinhando a Renato Augusto e Danilo.

Só o atalho que não mudou. Nova jogada pela direita, passe de Alessandro e Guerrero foi às redes. O duelo complicado ficou fácil. O 4-3-3 do Tijuana se desmanchou com as deficiências no combate de Abrego, Corona e Martínez, o “dublê” de Neymar que desapareceu no Pacaembu. Por isso as faltas seguidas do time que marcava mal.

O segundo tempo foi mais equilibrado com o time mexicano marcando melhor pela esquerda e acionando Moreno. No Corinthians, a retaguarda perdeu solidez com as linhas defensivas mais espaçadas e a falta de pressão sem a bola. Na frente, Renato Augusto passou a alternar com Romarinho à direita e na articulação central.

Na jogada ensaiada, Guerrero preparou e Paulinho definiu. Fim das esperanças do time de Antonio Mohamed. Mas apenas na partida, pois segue na liderança do Grupo 5.

O Corinthians, porém, mostrou força em seus domínios, longe da grama sintética, e vê a evolução de Renato Augusto na função de “winger” pela direita como poderosa arma ofensiva para tornar o time ainda mais sólido.

Fonte: ESPN

Veja Mais:

  • Corinthians e Racing se enfrentam pela Sul-Americana

    Corinthians decide vaga na Sul-Americana contra Racing

    ver detalhes
  • Com Jô, Timão tenta avançar à próxima fase da Sul-Americana

    Vale vaga! Corinthians confirma escalação para partida contra o Racing

    ver detalhes
  • Em Itaquera, Corinthians e Racing ficaram no empate

    Saiba como assistir ao duelo decisivo do Corinthians pela Copa Sul-Americana

    ver detalhes
  • Corinthians encara o Racing com seu segundo uniforme, nesta quarta

    Conmebol divulga imagens de uniformes de Corinthians e Racing nesta quarta

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes