Nem rodízio de titulares evita lesões em série no Corinthians

Nem rodízio de titulares evita lesões em série no Corinthians

SÃO PAULO - Nem mesmo o rodízio de titulares imposto por Tite foi suficiente para evitar uma série de lesões nos principais jogadores do Corinthians. O caso mais grave aconteceu domingo, com o meia Renato Augusto, na partida contra o Guarani. Uma contusão muscular vai tirá-lo de combate por pelo menos 20 dias, prevê o médico do clube, Guilherme Runco. Renato Augusto passará por um exame de imagem nesta terça-feira para definir o grau da lesão. "Foi muscular, mas só depois dos exames vamos definir o tempo de recuperação", disse Runco.

Confirmando a previsão do médico, Renato Augusto vai perder os próximos jogos da fase de grupo na Libertadores e corre risco de ficar fora até do primeiro mata-mata caso o time avance às oitavas de final.

A lesão de Cássio não foi grave como a de Renato Augusto, mas o goleiro não enfrenta o Penapolense, na quarta-feira, e é dúvida para o clássico contra o São Paulo, no domingo. Cássio machucou o quadril, também diante do Guarani.

Tite lamentou perder dois atletas importantes, apesar dos cuidados que a comissão técnica teve para preservar o elenco. "Seguramos aqueles atletas que têm risco, e mudamos para evitar o que aconteceu hoje (domingo) e mesmo assim elas acontecem."

Alexandre Pato, que não atuou nos últimos três jogos, todos pelo Paulistão, vai continuar fora da equipe na quarta-feira. Seu retorno está confirmado para o clássico contra o São Paulo, último jogo antes do confronto contra o Millonarios, pela Libertadores, dia 3 de abril.

A novidade para a partida contra o Penapolense deve ser o meia Paulinho, que havia sofrido lesão muscular na coxa. Fábio Santos retorna ao time após cumprir suspensão. Já Douglas fica de fora porque ainda se recupera de lesão muscular.

TRÊS ATACANTES

Sem Douglas e Renato Augusto, Tite se vê obrigado a voltar a jogar apenas com um meia (Danilo, o único que está 100%). Assim o Corinthians vai ter de atuar com três atacantes, como fez na maior parte do ano passado, com Jorge Henrique, Emerson e Guerrero.

Fonte: msn

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes