Corinthians terá que pagar ao Criciúma por transferência do meia Douglas

Corinthians terá que pagar ao Criciúma por transferência do meia Douglas

Douglas tem sido pouco aproveitado pelo Corinthians

Douglas tem sido pouco aproveitado pelo Corinthians

Corinthians terá que pagar ao Criciúma por transferência de Douglas

O Corinthians foi condenado pelo Comitê de Resolução de Litígios da CBF a pagar R$ 38.750 ao Criciúma. O caso foi julgado na última quinta-feira e é relativa à transferência do meia Douglas, do Grêmio para o Corinthians.

No valor total de R$ 2,5 milhões, o clube catarinense, como formador do jogador, tem direito a 1,55% do dinheiro.

A decisão, conforme documento publicado no site da CBF, foi unânime.

Depois de ter se destacado em uma temporada e meia no Corinthians (de 2008 até o meio de 2009), vencendo uma Série B, um Campeonato Paulista e uma Copa do Brasil, o jogador foi vendido ao Al Wasl, de Dubai, e lá ficou até 2010.

Neste ano, ele foi comprado pelo Grêmio, participando da campanha que classificou o tricolor gaúcho para a Libertadores de 2011 com uma grande arrancada.

O meia permaneceu no clube até o ano passado, quando voltou para o Corinthians. Sob o comando de Tite, Douglas colocou no peito as medalhas de campeão da Libertadores e do mundo.

Fonte: estado

Veja Mais:

  • 'General' Balbuena marcou na Colômbia e salvou o Corinthians

    Balbuena marca nos acréscimos e Corinthians se salva de vexame na Colômbia pela Sul-Americana

    ver detalhes
  • Balbuena (à esq.) auxiliou Carille na tradução de perguntas em espanhol após empate em Tunja

    Após noite de herói, Balbuena ataca de tradutor para Carille em entrevista coletiva

    ver detalhes
  • Timão sofreu, mas conseguiu empatar com Patriotas no 'apagar das luzes'

    Dez tweets que descrevem a sensação de todo corinthiano com o empate na Colômbia

    ver detalhes
  • Moisés foi um dos destaques negativos do Corinthians nesta quarta

    Torcida do Corinthians salva Balbuena e detona dupla de jogadores após empate na Colômbia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes