Ronaldo se irrita com perguntas sobre Arena Corinthians e dá bronca em jornalistas

Ronaldo se irrita com perguntas sobre Arena Corinthians e dá bronca em jornalistas

Ronaldo se irrita com perguntas sobre Arena Corinthians e dá bronca em jornalistas

Ronaldo se irrita com perguntas sobre Arena Corinthians e dá bronca em jornalistas

Vinicius Konchinski
Do UOL, no Rio de Janeiro


Perguntas sobre um possível corte da Arena Corinthians da lista de estádios da Copa do Mundo de 2014 irritaram Ronaldo nesta quarta-feira. O ex-jogador e hoje membro do COL (Comitê Organizador Local da Copa do Mundo) participou nesta manhã de uma entrevista coletiva no Maracanã. Ao ver o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, ser questionado quatro vezes sobre a arena de São Paulo, Ronaldo deu uma bronca nos jornalistas.

'Se alguém não entendeu a reposta, ponha o fone de ouvido por favor', disse Ronaldo ironicamente aos jornalistas. 'É a quarta vez que ele [Valcke] responde a mesma coisa.'

O Corinthians publicou uma nota oficial na terça-feira afirmando que tem até fevereiro de 2014 para entregar o estádio da Arena Corinthians para a Copa do Mundo de 2014, dois meses após o prazo oficial estipulado pela Fifa.

Até aquele momento, Ronaldo não havia se pronunciado uma vez sequer durante a entrevista coletiva. Ouviu calado jornalistas repercutirem as críticas do próprio secretário-geral da Fifa quanto ao ritmo das obras da Arena Corinthians, estádio do Corinthians, último clube pelo qual ele jogou.

Em todas as vezes em que foi perguntado sobre o assunto, Valcke tentou fugir da polêmica criada por ele mesmo. Evitou cobrar a conclusão do estádio em dezembro deste ano, como havia feito em Brasília, na terça-feira. Insistiu que o assunto seria discutido em reunião com os responsáveis pelas obras e que os problemas seriam resolvidos.

Mesmo sem ter sido pessoalmente questionado sobre o assunto, Ronaldo se incomodou e resolveu colocar um ponto final na discussão sobre a Arena Corinthians durante a entrevista. Assumiu o microfone e advertiu os jornalistas. 'Se forem só perguntar isso, não sairemos nunca desse assunto.'

Polêmica

O Arena Corinthians virou centro de uma polêmica após o UOL Esporte revelar no último dia 6 que o estádio só estará pronto para a Copa do Mundo dois meses após o prazo dado pela Fifa para a entrega das arenas do torneio. A entidade máxima do futebol quer os estádios do Mundial concluídos em dezembro deste ano. A arena do Corinthians só deverá ficar pronta no final de fevereiro.

A informação foi passada pelo do engenheiro-chefe da obra, Frederico Barbosa, funcionário da Odebrecht. Segundo ele, apesar do cronograma apertado, a construtora irá cumprir sua obrigação contratual de entregar a arena com 48 mil lugares disponíveis até o dia 31 de dezembro, data-limite imposta pela Fifa para a conclusão das arenas da Copa. Os lugares provisórios que serão instalados no estádio, só ficariam prontos depois.

Na terça-feira, Valcke se pronunciou sobre o assunto. Em entrevista coletiva, cobrou publicamente a entrega do estádio em dezembro. 'Eles (Corinthians e Odebrecht) vão ter que acelerar', afirmou o secretário-geral da Fida. 'Isso não é uma ameaça. Mas nós podemos mudar tudo até 1º de agosto, quando começam as vendas de ingressos'. 

A declaração não foi bem recebida pelo Corinthians, que emitiu uma nota oficial dizendo que não aceitaria 'pressão' pela entrega do estádio. Segundo o clube, o prazo de fevereiro havia sido tratado com o próprio secretário-geral da Fifa e será cumprido.

'Gera estranheza ao clube a posição colocada nesta terça-feira pelo Sr. Jérôme Valcke, sendo que ele mesmo deu o prazo até dezembro de 2013 para conclusão dos estádios. No caso do Corinthians, esse prazo foi estendido pelo próprio Valcke para fevereiro de 2014', informou o Corinthians, em nota oficial.

Horas depois do Corinthians se pronunciar foi a vez da Fifa emitir um comunicado à imprensa. Na nota, entidade admitiu a possibilidade de rediscutir o prazo de entrega do estádio.

'A Fifa está ciente do comunicado divulgado pelo Corinthians', informou a entidade, após questionada pelo UOL Esporte. 'Serão realizadas reuniões entre a Fifa, o COL (Comitê Organizador Local da Copa do Mundo da FIFA 2014) e o clube para abordar as questões mencionadas e discutir soluções.'

Nesta quarta-feira, Valcke ainda garantiu São Paulo na Copa do Mundo de 2014. 'Não haverá Copa do Mundo no Brasil sem São Paulo', afirmou Valcke.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Índio deu a vitória ao Corinthians/UNIP

    Com gol no fim, Corinthians vira para cima do Sorocaba e se aproxima do título nacional

    ver detalhes
  • Oswaldo comandou atividades desta segunda-feira

    Oswaldo esboça Corinthians para duelo com Cruzeiro; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Oya é um dos destaques do Timão na disputa no Sul do Brasil

    Timão joga bem, mas não impede segunda derrota na Copa Internacional Sub-20

    ver detalhes
  • Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes