Tite espera contar com Guerrero amanhã

Tite espera contar com Guerrero amanhã

Guerrero eleva o índice do Corinthians quando joga

Guerrero eleva o índice do Corinthians quando joga

Foto: Daniel Augusto Jr./Corinthians

Alex Sabino 

José Eduardo Martins

Tite e Muricy Ramalho fazem figas para contar com seus artilheiros no clássico de amanhã (13), no Morumbi. Não é para menos. Dois dos piores ataques do Campeonato Brasileiro, Corinthians e São Paulo ainda caem de rendimento quando não podem escalar Guerrero e Luís Fabiano, respectivamente.

Com eles em campo, aumenta a esperança de a rede balançar. Segundo time que menos faz gols na Série A (soma 22, quatro a mais do que o Náutico), o Timão tem média de 0,7 por jogo sem o peruano, em 2013. Quando ele está em ação, o índice sobe para 1,41. 

No Tricolor, a história é parecida. Sem o Fabuloso, a média é de 1,15 gol por duelo neste ano. Com ele, é de 1,42 -; o Tricolor tem o terceiro pior ataque do Brasileiro, com 26 gols.

Ontem, o camisa 9 do São Paulo treinou com o restante dos companheiros. Ele desfalcou o time na vitória em cima do líder Cruzeiro, na quarta, por causa de uma contratura muscular na coxa esquerda. 

Muricy, porém, não garantiu a participação do centroavante, que atravessa má fase, assim como o corintiano Guerrero.

'Pela experiência que a gente tem, é preciso esperar. Esse tipo de lesão é traiçoeira', diz Muricy, que tem escalado Ademilson ao lado do Fabuloso. 'Estamos procurando alguém para chegar perto do Luís e, assim, dividir as atenções da zaga adversária com ele', acrescenta. 

Já a situação do goleador do Timão é mais complicada. Ele sofreu uma fissura por estresse no quinto metatarso do pé esquerdo, lesão que o fez ser cortado da seleção do Peru. De qualquer maneira, é possível que, no sacrifício,  ele jogue amanhã. É o desejo de Tite. 

'Com o Guerrero, nossa média de gols dobra. Ele é o homem da última bola', diz o técnico, esperançoso quanto à chance de escalá-lo amanhã. 'A gente nunca pagou o preço de ganhar atrapalhando a saúde do atleta. Mas vamos fazer o possível, em cima da competência e da disposição dele.'

Fonte: Diário de São Paulo

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes