Ministério Público vai pedir penhora dos bens da Gaviões da Fiel

Ministério Público vai pedir penhora dos bens da Gaviões da Fiel

1.9 mil visualizações 29 comentários Comunicar erro

A 14ª Vara Cível de São Paulo negou pedido da Gaviões contra decisão que obriga a torcida a pagar uma multa de R$ 30 mil aplicada pelo Ministério Público de São Paulo. Por conta disso, o promotor Roberto Senise vai pedir a penhora de bens da uniformizada.

A aplicação da penalidade foi pedida em 2012 por causa da participação dos corintianos no confronto que provocou a morte de dois palmeirenses da Mancha Alviverde em março do ano passado.

Para o MP, a torcida descumpriu um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) que prevê multa em caso de participações em brigas ou tumultos.

“Na segunda-feira vou iniciar o procedimento para identificar os bens e pedir a penhora. Multa é uma forma de pressionar as torcidas”, disse o promotor ao blog.

Na ação, a Gaviões alegou que a cobrança do MP foi baseada em “conjecturas da mídia” e que não tem como controlar todos os seus membros, por isso não poderia ser multada. Os argumentos não foram aceitos.

O blog telefonou para Ricardo Cabral, advogado da Gaviões, mas ele disse que não poderia atender por estar no trânsito. Depois, não atendeu ao celular.

Fonte: uol.com.br

Veja Mais:

  • Corinthians contratou mais um jovem centroavante como aposta para o futuro

    FÓRUM: Corinthians contrata mais um jovem centroavante como aposta para o futuro

    ver detalhes
  • Corinthians e Palmeiras se reencontram na Arena, em Itaquera, no próximo dia 13

    Primeiro Corinthians x Palmeiras do Brasileirão-2018 tem data e horário alterados

    ver detalhes
  • Arena Corinthians deve receber bom público para duelo decisivo entre Timão e Vitória

    Corinthians anuncia dia e hora da decisão contra o Vitória pelas oitavas da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Renê Júnior sentiu dores no treinamento da última terça-feira

    Ralf e Renê Júnior passam por cirurgias e desfalcam Corinthians por longos períodos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes