Grêmio x Corinthians

Pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians enfrenta agora o Grêmio

Acompanhe ao vivo

Bom Senso critica tapetão, detona Marin e "manda" CBF à 4ª divisão

Bom Senso critica tapetão, detona Marin e "manda" CBF à 4ª divisão

Bom Senso critica tapetão, detona Marin e "manda" CBF à 4ª divisão

Bom Senso critica tapetão, detona Marin e "manda" CBF à 4ª divisão

O Bom Senso FC publicou nesta terça-feira, em sua página oficial no Facebook, uma carta aberta ao presidente da CBF, José Maria Marin. No texto, repleto de ironias, o grupo de jogadores critica principalmente o calendário brasileiro, mas faz ataca diretamente Marin e a CBF. E reclama também do julgamento no STJD que mandou a Portuguesa para a segunda divisão e livrou o Fluminense.


'O Campeonato Brasileiro terminou de forma melancólica, dentro do tribunal! A frase: 'Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas' não poderia se encaixar melhor nessa situação. A justiça desportiva se torna protagonista e o resultado de campo fica para trás. Sem discutir o mérito de quem está certo ou errado, a conclusão final é de que a CBF é que deveria ir para a segunda, terceira, quarta divisão', diz o texto, já quase no seu final.

A carta, porém, ataca principalmente a gestão da CBF e ironiza declarações dadas por Marin nos últimos dias. Os atletas afirmam que não são 'apenas um grupo de jogadores', mas sim mais de mil, num grupo democrático. E ironizam: 'Sabemos que o senhor não está acostumado com essa tal democracia e até entendemos que seja difícil se adaptar, faz pouco tempo...', numa referência à atuação de Marin durante a ditadura.

O texto critica principalmente o calendário, sempre ironicamente. 'O senhor conseguiu resolver todos os problemas do calendário do dia para a noite. Foi só limitar o número de jogos dos jogadores e não dos clubes e pronto, eis que melhoraremos a qualidade no espetáculo. Ou seja, a saída escolhida é o mesmo que encontrar um burro dentro de sua sala e pedir para trocarem o sofá, pois algo lhe parece estranho.'

O grupo continua: 'Não nos diga que o senhor (Marin) tem orgulho do calendário de apenas quatro meses de competição para a maioria dos clubes do Brasil. Talvez o senhor dê pulos de alegria quando vê a formula de disputa do Campeonato Paulista de 2014, que pode fazer com que um time seja campeão e rebaixado ao mesmo torneio', escrevem os jogadores, que não se atentaram a uma mudança de regulamento que barra essa anomalia no estadual de São Paulo.

'Desconfiamos até que o êxtase o atinja quando o senhor percebe a extraordinária estratégia de um time precisar ser desclassificado de uma competição nacional (Copa do Brasil) para se classificar para um torneio internacional (Copa Sul-Americana)', prossegue.

O Bom Senso em seguida provoca: 'Quanta genialidade! Responda-nos uma coisa: É justo que os times percam seus melhores jogadores quando há partidas das seleções simplesmente porque o campeonato daqui não para nas datas Fifa? Responder não parece ser seu forte, não é mesmo?'

O grupo encerra a carta refutando as especulações de que as férias do futebol esfriariam o Bom Senso. 'E antes que nos perguntem, as férias têm nos feito muito bem. Em janeiro nos vemos por aí', garantem os jogadores, que já disseram que a greve é iminente para o começo do ano que vem.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Grêmio e Corinthians se enfrentam pelo Campeonato Brasileiro

    Corinthians enfrenta Grêmio em Porto Alegre pela liderança do Campeonato Brasileiro

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille e Cuca (auxiliar-técnico) está pronto para o duelo deste domingo

    Com mudança no meio de campo, Corinthians divulga escalação na Arena do Grêmio

    ver detalhes
  • Brigada Militar separa as duas torcidas na porta da Arena do Grêmio

    Torcida do Corinthians é hostilizada na Arena do Grêmio; briga em Curitiba vira combustível

    ver detalhes
  • Jogo do Corinthians contra o Grêmio será transmitido para 13 estados do Brasil

    TV Globo exibe Corinthians e Grêmio para 13 estados do Brasil; confira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes