Ex-técnico do Corinthians tem a prisão solicitada em Buenos Aires

Ex-técnico do Corinthians tem a prisão solicitada em Buenos Aires

O ex-dirigente, técnico e jogador Daniel Passarella pode ter que passar o seu Natal preso. De acordo com informações do "Olé" e do "Clarín", ele teve a sua prisão solicitada por um esquema de venda de ingressos de jogos do River Plate, de quando ele era presidente do clube.

A investigação está sendo conduzido pelo promotor José Maria Campagnoli, e além de Passarella, Diego Rodríguez, irmão da ministra de Segurança da Nação, Maria Cecilar Rodríguez, está envolvido no esquema. Porém, o ex-jogador é o que tem a situação mais complicada. Até alguns agentes da polícia estariam envolvidos.

O esquema começou a vir à tona quando um torcedor do River Plate foi ao Monumental de Núñez e o seu lugar estava ocupado, e ele tinha o ingresso com o mesmo assento. De acordo com as autoridades de Buenos Aires, o esquema surgiu de uma lista de cerca de 10 mil sócios dos Millonarios que não tinham o hábito de pegar os ingressos a que tinham direito. As entradas eram emitidas e passadas a líderes de torcida.

Como jogador, Passarella foi um dos grandes zagueiros do River Plate, e pela seleção, venceu as Copas do Mundo de 1978 e 1986. E ainda foi o treinador entre 1994 e 1998. Também comandou clubes como o próprio gigante argentino e o Corinthians.

Fonte: O Povo

Veja Mais:

  • Patch de homenagem a Chapecoense na camisa do Corinthians

    Veja imagens da camisa do Corinthians com o patch da homenagem a Chapecoense

    ver detalhes
  • Marinho vem sendo pedido por torcedores do Corinthians para 2017

    Pedido pela torcida do Corinthians, Marinho admite deixar Vitória em 2017

    ver detalhes
  • Simi passou sete anos no Corinthians

    Simi reclama de saída do Corinthians e projeta 'final às avessas' da LNF no Parque São Jorge

    ver detalhes
  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes