Quando o Corinthians e o Palmeiras formaram um time só, um time imbatível

Quando o Corinthians e o Palmeiras formaram um time só, um time imbatível

Por Meu Timão

Paulo Sérgio marcando gol pelo combinado entre Corinthians e Palmeiras

Paulo Sérgio marcando gol pelo combinado entre Corinthians e Palmeiras

Por 4 vezes na história, o Corinthians e o Palmeiras se juntaram e formaram um time só e formaram um time imbatível.

A última vez nem faz tanto tempo assim, foi em 1992. Enquanto Evair vestiu a camisa do Corinthians, Ronaldo e Tupãzinho vestiram a camisa do Palmeiras.

Primeiro jogo: 12/10/1917 -Corinthians-Palestra Itália 2×0 Paulistano

Logo depois do primeiro confronto entre Corinthians x Palmeiras, as duas equipes se juntaram para fazer um amistoso contra o Paulistano que era na época o melhor time de São Paulo, tendo acabado de ganhar o bicampeonato estadual. Com gols de Américo e Apparicio (ambos do Corinthians), o combinado venceu o Club Athletico Paulistano. E foi uma grande conquista tendo em vista que no início do século XX, o Paulistano conquistou 11 campeonatos paulistas.

FICHA TÉCNICA
Local:
Campo da Floresta, São Paulo. Árbitro: Odilon Penteado.
Gols: Américo (20min 1ºT) e Apparício (35min 1ºT).
Corinthians-Palestra: Fiosi (PI); Grimaldi (PI) e Casimiro González (C); Ciasca (C), Bianco (PI) e Luiz Fabbi (PI); Américo (C), Ministro (PI), Heitor (PI), Apparício (C) e Severino (PI).
Paulistano: Cunha Bueno; Carlito e Orlando; Sérgio, Gulio e Madureira; Agnello, Mário Seixas, Friedenreich, Mariano e Ulbrich.

Segundo jogo: 17/2/1929 – Corinthians-Palestra Itália 5×0 Sírio

Corinthians e Palmeiras jogando juntos

12 anos após a primeira fusão veio o segundo jogo. Jogando no Parque Antártica, o combinado entre Corinthians e Palestra Itália fizeram um jogo-treino e venceram por 5x0. Rato do Corinthians marcou duas vezes, Petronilho (convidado do Sírio) fez um gol, Heitor do Palmeiras e De Maria do Corinthians também anotaram.

FICHA TÉCNICA
Local:
Parque Antarctica. Árbitro: Ioschiavo.
Gols: Rato (2), Petronilho e Heitor, no 1ºT, e De Maria, no 2ºT.
Corinthians-Palestra: Rabelo (PI); Grané (C) e Del Debbio (C); Nerino (C), Gogliardo (PI) e Serafini (PI); Ministrinho (PI), Heitor (PI), Petronilho (convidado do Sírio), Rato (C) e De Maria (C).
Sírio:Canhoto (Nascimento, no intervalo); Raphael e Padula; Arthur, Argentino e Feliciano; Caetano, Sancho, Alberto, Chiquinho e Farat.

Terceiro jogo: 30/1/1930 - Corinthians-Palestra Itália 5×2 Tucumán

O único confronto internacional entre o combinado entre Corinthians e Palmeiras foi contra o Tucumán, da Argentina. Com 5 jogadores do Corinthians, 5 do Palmeiras e um convidado que negociava com o São Paulo da Floresta, dessa vez as equipes combinaram de jogar com a camisa do Palmeiras e o calção do Corinthians. O jogo mais uma vez no Parque Antártica foi mais um passei do combinado, goleado a equipe adversária por 5x2.

FICHA TÉCNICA
Local: Parque Antarctica. Árbitro: Luiz Mattoso “Feitiço”.
Gols: Heitor (12min 1ºT), Martinez (contra, 20min 1ºT); Heitor (5min 2ºT), Jara (8min 2ºT), Ministrinho (9min 2ºT), Maidana (18min 2ºT) e Heitor (40min 2ºT).
Corinthians-Palestra: Tuffy (C); Grané (C) e Del Debbio (C); Pepe (PI), Gogliardo (PI) e Serafini (PI); Ministrinho (PI), Heitor (PI), Friedenreich (convidado), Rato (C) e De Maria (C).
Tucuman: Sanchez; Alberti e Martinez; Ibanez, Ferreyra e Pacco; Jara, Rivarola, Maidana, Albernoz e Ruiz.

Quarto jogo: 23/1/1992 - Flamengo-Vasco 1×2 Corinthians-Palmeiras

Demoraram 62 anos para as equipes se enfrentaram novamente. O jogo patrocinado pela Brahma aconteceu no Maracanã. Enquanto no primeiro tempo as equipes vestiram as camisas do Corinthians e do Flamengo, na segunda etapa, as equipes jogaram vestindo os uniformes do Palmeiras e do Vasco.

Segundo informações, cada clube recebeu apenas 12 mil dólares para emprestar seus atletas. E cada jogador ganhou cerca de 830 dólares, exceto Neto, Betinho, Junior e Bebeto que ganharam o dobro. Os gols mais uma vez vieram dos pés do Corinthians. Paulo Sérgio marcou no primeiro tempo e Tupãzinho marcou no segundo. Bebeto descontou para a equipe carioca.

Local: Maracanã. Árbitro: José Aparecido de Oliveira.
Gols: Paulo Sérgio (34min 1ºT); Tupãzinho (14min 2ºT) e Bebeto (40min 2ºT).
Flamengo-Vasco: Gilmar Rinaldi; Luís Carlos Winck (Uidemar), Gotardo (Jorge Luís), Alexandre Torres e Eduardo (Piá); Charles Guerreiro, Júnior (Geovani), William e Zinho; Bebeto e Gaúcho (Sorato).
Técnico: Zagallo.
Corinthians-Palmeiras: Carlos (P) (Ronaldo, C); Giba (C), Marcelo Djian (C), Guinei (C) e Dida (P) (Odair, P, depois Toninho, P); Cesar Sampaio (P), Wilson Mano (C) (Erasmo, P), Neto (C) (Tupãzinho, C) e Edu Marangon (P); Evair (P) e Paulo Sérgio (C).
Técnico: Carlos Alberto Parreira.

As informações dos confrontos foram levantadas pelo blog Verminosos por Futebol.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes