Pra trazer Elias, Corinthians pede ajuda financeira de Ronaldo Fenômeno

Pra trazer Elias, Corinthians pede ajuda financeira de Ronaldo Fenômeno

Por Meu Timão

Ronaldo foi procurado pela diretoria do Corinthians

Ronaldo foi procurado pela diretoria do Corinthians

O Corinthians já acertou até os salários com o Elias, mas algo primordial ainda está faltando: a grana exigida pelo Sporting. O clube português está pedindo 8 milhões de euros pelo passe do jogador que nem sequer está sendo aproveitado pelo time. E é aí que o Ronaldo Fenômeno pode ajudar.

Segundo o site Globo Esporte, o Corinthians pode financiar com o fenômeno 4 milhões de euros para comprar 50% dos direitos do jogador (fatia que pertence ao Sporting, enquanto o empresário Jorge Mendes permaneceria com os outros 50%). O pagamento seria feito em 60 vezes e no total o Fenômeno receberia 6 milhões de euros (2 milhões de euros de juros).

Segundo a publicação de Martín Fernandez no blog Bastidores FC, o fenômeno foi procurado pela boa relação com o Corinthians após a passagem entre 2009 a 2011. Num primeiro momento, o ex-atacante acabou recusando a proposta. Como o período de transferências se encerra em apenas 5 dias, a diretoria corinthiana já deve buscar outros parceiros.

Ronaldo e Elias atuaram juntos no Timão por duas temporadas e conquistaram o Paulistão e a Copa do Brasil de 2009.

Veja Mais:

  • Carlinhos marcou o seu décimo gol na competição

    Corinthians atropela Juventus na semifinal da Copinha e busca pelo décimo título

    ver detalhes
  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Empresário do meia Pedrinho acusa empresa de assédio sobre o jogador dentro do Corinthians

    Portal revela denúncia de empresário de meia da base contra empresa de Garcia

    ver detalhes
  • Final da Flórida Cup 2017, único revés em mata-mata para o Corinthians no Século 21

    Após seis triunfos, Timão perde primeiro mata-mata para o São Paulo no Século 21

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes