Rogério Ceni vai ter que aguentar os Corinthianos zoando

Rogério Ceni vai ter que aguentar os Corinthianos zoando

Por Meu Timão

Rogério Ceni foi zoado toda vez que chutava a bola

Rogério Ceni foi zoado toda vez que chutava a bola

Nos último jogo entre Corinthians e São Paulo, toda vez que o Rogério Ceni batia um tiro de meta, a torcida do Timão zoava aos gritos de "ôôôôôôôôôôô..... BICHAAAA!!!". O ato aparentemente em tom de gozação chegou no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, alegando homofobia.

Nessa semana, o presidente do TJD, Mauro Marcelo de Lima e Silva, decidiu arquivar as denúncias, que poderiam até resultar em punição para o Corinthians. Na declaração de Mauro, o presidente entendeu que foi uma gozação e não algum ato preconceituoso.

- O que aconteceu foi mais um deboche público, uma zombaria, uma piada em coro, uma grande piada politicamente incorreta motivada pelo que a psicologia social e de massa chama de "efeito manada", em que os torcedores - dentro do seu grupo e levados pela emoção do momento - esquecem qualquer tipo de ética, valor moral e bons costumes, propendendo a cometer atos e condutas que não os praticariam e nem teriam de modo individual - disse o presidente.

Mauro também definiu a diferença entra a gozação e homofobia:

- O que ocorreu com Rogério Ceni no mencionado jogo foi homofobia? Claro que não. Faltou ali o "animus" da vontade positiva e dolosa de criticar a opção sexual do atleta, existindo uma distância muito grande entre o que aconteceu com ele e uma atitude realmente homofóbica. Não houve ofensa à sua sexualidade ou orientação sexual - afirmou Mauro em sua decisão.

Apesar de arquivar o caso, o presidente discretamente disse pra torcida do Corinthians tomar cuidado:

- É bom salientar que a linha divisória entre o jocoso e o ofensivo é tênue; a conduta dos torcedores alvinegros - apesar de, em princípio, não configurar como ilícito e não ser homofóbica - é perigosa, um reforçador de discriminação, intolerância e desrespeito à diversidade, comportamento esse que, se não for orientado e coibido, pode descambar para ações mais violentas, pois dentro do grupo, dentro do coletivo, podem existir indivíduos sem o necessário discernimento - finalizou Mauro.

Relembre aqui como foi a zoação com Rogério Ceni.

Veja Mais:

  • Centroavante Jô, 'Rei dos Clássicos', voltou a deixar o dele neste domingo

    Corinthians despacha São Paulo e vai à final do Paulistão contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Jô foi eleito o melhor em campo no clássico deste domingo

    Jô, Pablo e Jadson brigam pela melhor avaliação nas notas da torcida

    ver detalhes
  • Sem ser relacionado há seis partidas no Timão, Guilherme tem acerto encaminhado com o Atlético-PR

    Presidente confirma: Corinthians encaminha empréstimo do meia Guilherme

    ver detalhes
  • Carille tem oito titulares pendurados para primeira final contra a Ponte

    Oito dos dez titulares de linha do Corinthians entram pendurados na decisão do Paulista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes