Rogério Ceni vai ter que aguentar os Corinthianos zoando

Rogério Ceni vai ter que aguentar os Corinthianos zoando

Por Meu Timão

106 mil visualizações 223 comentários Comunicar erro

Rogério Ceni foi zoado toda vez que chutava a bola

Rogério Ceni foi zoado toda vez que chutava a bola

Nos último jogo entre Corinthians e São Paulo, toda vez que o Rogério Ceni batia um tiro de meta, a torcida do Timão zoava aos gritos de "ôôôôôôôôôôô..... BICHAAAA!!!". O ato aparentemente em tom de gozação chegou no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, alegando homofobia.

Nessa semana, o presidente do TJD, Mauro Marcelo de Lima e Silva, decidiu arquivar as denúncias, que poderiam até resultar em punição para o Corinthians. Na declaração de Mauro, o presidente entendeu que foi uma gozação e não algum ato preconceituoso.

- O que aconteceu foi mais um deboche público, uma zombaria, uma piada em coro, uma grande piada politicamente incorreta motivada pelo que a psicologia social e de massa chama de "efeito manada", em que os torcedores - dentro do seu grupo e levados pela emoção do momento - esquecem qualquer tipo de ética, valor moral e bons costumes, propendendo a cometer atos e condutas que não os praticariam e nem teriam de modo individual - disse o presidente.

Mauro também definiu a diferença entra a gozação e homofobia:

- O que ocorreu com Rogério Ceni no mencionado jogo foi homofobia? Claro que não. Faltou ali o "animus" da vontade positiva e dolosa de criticar a opção sexual do atleta, existindo uma distância muito grande entre o que aconteceu com ele e uma atitude realmente homofóbica. Não houve ofensa à sua sexualidade ou orientação sexual - afirmou Mauro em sua decisão.

Apesar de arquivar o caso, o presidente discretamente disse pra torcida do Corinthians tomar cuidado:

- É bom salientar que a linha divisória entre o jocoso e o ofensivo é tênue; a conduta dos torcedores alvinegros - apesar de, em princípio, não configurar como ilícito e não ser homofóbica - é perigosa, um reforçador de discriminação, intolerância e desrespeito à diversidade, comportamento esse que, se não for orientado e coibido, pode descambar para ações mais violentas, pois dentro do grupo, dentro do coletivo, podem existir indivíduos sem o necessário discernimento - finalizou Mauro.

Relembre aqui como foi a zoação com Rogério Ceni.

Veja Mais:

  • Filme retrata a antiga ligação do Corinthian-Casuals com o Timão

    Filme sobre a história dos Corinthians será lançado em Londres

    ver detalhes
  • Corinthians recebeu o Paulistano no Parque São Jorge pelo NBB, nesta sexta-feira

    Em casa, Corinthians vacila diante do Paulistano e perde segunda seguida no NBB

    ver detalhes
  • Gabriel foi uma das novidades de Jair Ventura para a decisão diante do Cruzeiro

    Mano soube da escalação do Corinthians na véspera da final, revela zagueiro do Cruzeiro

    ver detalhes
  • VÍDEO: O ano não acabou! | #94

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes