Empresa afirma que as irregularidades nas arquibancadas provisórias serão resolvidas

Empresa afirma que as irregularidades nas arquibancadas provisórias serão resolvidas

Por Larissa Emanuelle

A Arena receberá o confronto entre Corinthians e Figueirense em 18 de maio

A Arena receberá o confronto entre Corinthians e Figueirense em 18 de maio

A empresa que é responsável pelas obras nas arquibancadas provisórias da nova casa Corinthiana, a Fast Engenharia, garantiu que até o fim do dia desta quinta feira(15), todas as irregularidades detectadas pelo Ministério Público do Trabalho serão resolvidas.

O MPT alertou o clube alvinegro sobre os problemas com a movimentação de cargas e jornada de trabalho dos operários responsáveis pela instalação das arquibancadas móveis. Apesar destes problemas apontados, o ministério não tem autoridade para interditar a obra, poder que está somente para o Ministério Público do Estado de São Paulo.

Falando por meio de sua assessoria de imprensa, a Fast Engenharia afirmou que na próxima semana serão realizados testes de cargas no local, quando a Arena estará sob os olhares e proteção da FIFA.

Neste domingo (18), a Arena Corinthians receberá o seu primeiro jogo oficial, que será protagonizado pelo Timão contra o Figueirense, jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O local contará com público de 40 mil pessoas.

Veja Mais:

  • Kazim deve ter primeira chance como titular no Corinthians

    Carille põe Kazim titular e faz mais duas mudanças; veja provável escalação contra São Paulo

    ver detalhes
  • Cristian interessa à Chapecoense, mas salário é entrave

    Técnico da Chapecoense revela desejo de contar com Cristian

    ver detalhes
  • Arena Corinthians foi palco de semifinal da Copinha em 2016

    FPF nega semifinal na Arena, libera Paulista em Jundiaí e volta a irritar diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Kazim marcou um dos gols da vitória do Timão na Florida Cup

    Corinthians conhece adversário de final da Florida Cup 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes