Gramado da nova casa do Timão é aprovado

Gramado da nova casa do Timão é aprovado

Por Larissa Emanuelle

4.5 mil visualizações 56 comentários Comunicar erro

Após forte chuva, gramado da Arena resiste bem

Após forte chuva, gramado da Arena resiste bem

No primeiro jogo oficial da Arena Corinthians, também caracterizado como mais um evento teste do estádio que sediará a Copa do Mundo, o gramado foi aprovado após passar por sol, chuva e até mesmo granizo. A forte chuva que atingiu o novo estádio do Timão não danificou o gramado.

"O gramado resistiu dentro do esperado, não foi afetado pelo pisoteio e nem pela chuva", afirmou o gerente de projetos da World Sports, empresa responsável pelo gramado da Arena.

O gerente desta empresa, Claudio Godoy, ainda afirmou que mesmo com uma chuva mais intensa, poças não teriam sido vistas no campo da Arena Corinthians. Após o término do jogo, o gramado não tinha falhas ou os tão conhecidos tufos, mostrando que suportou mais um teste.

"O reforço híbrido de grama sintética garante uma resistência maior do gramado nas horas dos carrinhos e divididas mais fortes. São 7 milhões de pontos costurados na grama", completou Godoy.

Mesmo após esta partida realizada no local, o gramado não precisará de ajustes especiais e, segundo a empresa, já está pronto para a próxima partida.

Veja Mais:

  • Média de público pagante da Arena Corinthians na atual temporada é de pouco mais de 30 mil

    Arena Corinthians se aproxima de marca de 400 mil assentos vazios na temporada 2018

    ver detalhes
  • Presente na Copa do Mundo, Cássio mantém regularidade no Corinthians e pode ser lembrado por Tite

    Com possibilidade de corinthianos, Tite convoca Seleção Brasileira nesta sexta-feira

    ver detalhes
  • Jonathas passou por ressonância magnética em clínica de São Paulo nesta quinta à tarde

    Jonathas é submetido a exame fora do CT e vira dúvida no Corinthians

    ver detalhes
  • Chegada de atacante e Sergio Díaz pronto para estrear - Giro de notícias do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes