Liberado, Cássio ainda tem cuidados especiais para se recuperar de lesão

Liberado, Cássio ainda tem cuidados especiais para se recuperar de lesão

Por Larissa Emanuelle

Cássio apresenta melhora e não deve desfalcar a equipe no dia 16 de julho

Cássio apresenta melhora e não deve desfalcar a equipe no dia 16 de julho

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

Mesmo liberado para um período de "férias" após a paralisação do Campeonato Brasileiro, o goleiro Cássio ainda segue orientações especiais da comissão técnica do Corinthians para se recuperar de lesão. Considerado titular, o mesmo tem um edema no ligamento colateral medial do joelho esquerdo e deve se recuperar ainda neste período sem jogos.

Até a próxima segunda-feira, o goleiro do Timão continuará com os exercícios de fortalecimento no joelho lesionado, em um local de sua preferência. Segundo o médico Júlio Stancatti, Cássio não tem reclamado de dores e segue em evolução.

"Ele está evoluindo bem, já não tinha mais lesão, estava curado", afirmou o médico.

O goleiro se machucou na goleada do Timão sobre o Sport por 4 à 1, na Ilha do Retiro. O mesmo saiu logo no início da partida, sendo substituído por Walter, que tem assumiu o gol Corinthiano nos últimos jogos. Cássio deve retornar normalmente no dia 16 de julho, primeiro jogo do Corinthians após o término da Copa do Mundo, contra o Internacional.

Veja Mais:

  • Foxlux é nova patrocinadora do Corinthians

    Corinthians anuncia segundo patrocinador para 2017; veja mudança na camiseta

    ver detalhes
  • Jadson está de volta ao Corinthians para o clássico deste domingo

    Carille fala sobre possibilidades de escalação do Corinthians contra São Paulo

    ver detalhes
  • Guilherme anotou três gols no treino desta sexta

    Corinthians se reapresenta de olho no São Paulo e com 'hat-trick' de Guilherme

    ver detalhes
  • Gabriel não deixou barata a declaração de Felipe Melo

    Gabriel cita dois Mundiais e responde Felipe Mello: 'Todo mundo quer falar do Corinthians'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes