Formado na base do Timão, Dentinho quer abandonar seu clube atual

Formado na base do Timão, Dentinho quer abandonar seu clube atual

Por Meu Timão

Dentinho não quer ficar na Ucrânia

Dentinho não quer ficar na Ucrânia

A crise na Ucrânia começa a afetar também o futebol. Jogadores brasileiros, entre eles Dentinho, ex-jogador do Corinthians, não planejam voltar para o país devido aos últimos acontecimentos.

Junto de mais quatro brasileiros que atuam com ele no Shakhtar, Dentinho se recusou a voltar da França para a Ucrânia, após amistoso realizado contra o Lyon. A crise que acomete os conflitos pela Criméia, já se estendem há alguns meses no país, mas foram agravados pela queda do avião da Malaysia Airlines, derrubada por um míssil terrestre.

Embora o Shakhtar não tenha comentado publicamente o assunto, o time segue sua preparação de pré-temporada normalmente. Apesar disso, jogadores brasileiros que atuam no país, principalmente no Shakhtar Donetsk e no Metalist, já começam a se movimentar caso haja agravamento das tensões.

Wagner Ribeiro, um dos empresários brasileiros que representa jogadores que atuam na Ucrânia, demonstrou preocupação com a com situação no país e afimrou que muitos dos brasileiros não quer ficar no país.

A Federação Ucraniana de Futebol (FFU), porém, ignorou a situação ao não aceitar retardar o início do campeonato nacional, previsto para começar no dia 25 de julho, apesar da situação do país. "O país inteiro chora diante da tragédia que o assola. É terrível, mas isso não afetará o início do campeonato. Insistimos que o futebol precisa ficar de fora da política", disse o assessor de imprensa da FFU, Pavel Ternovoi.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes