Elias comenta a rivalidade entre Timão e Palmeiras

Elias comenta a rivalidade entre Timão e Palmeiras

Por Larissa Emanuelle

1.1 mil visualizações 16 comentários Comunicar erro

Elias fez gol contra o Bahia e mira o clássico

Elias fez gol contra o Bahia e mira o clássico

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

O Timão conquistou mais um triunfo na Copa do Brasil mas chegou a hora de virar a chave e pensar no clássico. Voltando à fazer gol pelo clube alvinegro, Elias exaltou a rivalidade entre o Corinthians e o seu próximo adversário.

"O Palmeiras vai ser sempre o rival eterno do Corinthians ao longo da trajetória dos clubes. Sempre que se enfrentaram, se respeitaram. Então considero o Palmeiras o maior rival do Corinthians".

Mesmo tendo atuado pelo rival nos tempos passados, o jogador relembra o seu amor pelo Timão.

"Joguei oito anos no Palmeiras, é onde eu comecei e tornei possível o sonho de ser jogador profissional. Agradeço, mas não passa daí. Hoje sou jogador do Corinthians e todo mundo sabe que sempre fui torcedor do Corinthians. Aqui é onde tenho minhas raízes".

Elias é uma das principais peças da equipe alvinegra este ano. O jogador estará presente no primeiro clássico da Arena, neste domingo. O jogo será válido pelo Brasileirão.

Veja Mais:

  • Maycon (à esq.) não fica após Copa; Rodriguinho e Jadson devem receber ofertas

    Andrés diz que Corinthians deve perder três titulares durante janela de transferências

    ver detalhes
  • Walmir e Carille batem papo durante treino; ambos deixam Corinthians rumo ao Al-Wehda

    'Pego de surpresa', braço-direito de Carille diz ter poucas informações sobre clube saudita

    ver detalhes
  • Balbuena foi capitão na última partida entre os dois times

    Corinthians defende bom retrospecto contra o Internacional neste domingo; veja números

    ver detalhes
  • Bicicleta de Bale inspira zoeira entre corinthianos na web: 'Parecia o Romero!'

    Bicicleta de Bale inspira zoeira entre corinthianos na web; confira melhores tweets

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes