Santos evita falar de goleada e prega respeito ao Timão

Santos evita falar de goleada e prega respeito ao Timão

Por Meu Timão

3.2 mil visualizações 72 comentários Comunicar erro

Corinthians, de Mano Menezes, precisa da vitória no clássico de domingo

Corinthians, de Mano Menezes, precisa da vitória no clássico de domingo

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Santos de Oswaldo de Oliveira promete ser um adversário difícil para o Corinthians no clássico do próximo domingo. Sob o comando do técnico, a equipe não perdeu nenhum clássico e, mais do que isso, goleou o rival, Corinthians, por 5 a 1 no Campeonato Paulista.

Porém, os atletas do Peixe fazem questão de ressaltar que esse duelo não tem nada a ver com o próximo jogo e pregam muito respeito ao Corinthians.

- Aquilo (5x1) foi atípico, clássico não é assim, raramente tem goleada. Clássico é mais equilibrado, temos de ter muita atenção, e quem estiver mais organizado, errar menos e aproveitar melhor as chances, conseguirá vencer no domingo - comentou o atacante Thiago Ribeiro.

O discurso parece que foi ensaiado e repetido por vários atletas após a derrota para o Inter, no último domingo. Do lado do Peixe, Gabigol não atuará, já que está com a seleção sub-20 e Leandro Damião deve assumir seu lugar no ataque titular.

Veja Mais:

  • Matheus Mathias, que já fez testes no Corinthians, tem 1,87m e 72kg

    Matheus Mathias terá trabalho especial de força muscular no Corinthians à lá Ronaldo no PSV

    ver detalhes
  • Atuação de Romão em derrota para Ponte Preta preocupou comissão técnica

    Após contratar Juninho, Corinthians busca novo lateral-esquerdo no mercado; Carille explica

    ver detalhes
  • Timão levou gol bizarro em Campinas e só empatou com Red Bull

    Defesa bate cabeça, e Corinthians tropeça diante do Red Bull em noite de gols contra

    ver detalhes
  • Renê Júnior (à dir.) fez sua estreia como titular e deixou boa impressão

    'Salva' de tropeço, dupla corinthiana empata na escolha do craque da partida

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes