Corinthians espera liberação de Nilmar para tentar contratá-lo na próxima semana

Corinthians espera liberação de Nilmar para tentar contratá-lo na próxima semana

Por Larissa Emanuelle

Nilmar ainda espera a rescisão de contrato com o El Jaish

Nilmar ainda espera a rescisão de contrato com o El Jaish

Precisando de mais um atacante no elenco, o Corinthians segue observando a situação de Nilmar com o El Jaish, para tentar contratar o jogador. O clube espera um avanço na próxima semana.

Até o momento, o time alvinegro ainda não fez uma proposta oficial, mas já sonda o representante do mesmo para iniciar uma negociação. Para que a conversa possa existir, a rescisão do atacante com o clube do Catar é necessária.

A vontade de contratar mais um jogador ofensivo para equipe vem de encontro com os apelos de Mano Menezes, que à cada partida volta à reforçar o pedido. A diretoria Corinthiana tentou contratar Rafael Sóbis, do Fluminense, e Marcelo, do Atlético-PR, porém não obteve êxito em nenhuma dessas negociações, deixando o técnico com as mesmas peças (Romarinho, Luciano, Guerrero e Malcom), além de Romero, que chegou recentemente.

Caso Nilmar seja realmente liberado pelo El Jaish com a ajuda de seu advogado, o Timão estará disposto à oferecer um salário de R$ 300 mil para este voltar à vestir a camisa alvinegra. Como a janela de transferência fechará nesta quinta, o atacante precisará resolver primeiro o fim do contrato no Catar para só depois pensar no seu futuro.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes