Cláusula no contrato pode manter Cleber no Corinthians

Cláusula no contrato pode manter Cleber no Corinthians

Por Meu Timão

9.6 mil visualizações 67 comentários Comunicar erro

Cleber pode ficar no Corinthians

Cleber pode ficar no Corinthians

Foto: Ari Ferreira

Mesmo com o assédio de clubes europeus, o zagueiro Cleber pode continuar no Corinthians, que não tem nenhum percentual dos direitos econômicos do jogador.

Quando o Corinthians assinou o contrato com o atleta, as duas partes assinaram um contrato em que o zagueiro só deixaria o clube caso chegasse uma oferta superior a 8 milhões de euros (aproximadamente 24 milhões de reais).

A equipe mais interessada na zagueiro do Timão é o Hamburgo, da Alemanha que sondou o atleta mas até agora não houve nenhuma proposta oficial. Se caso houver, o Corinthians também tem preferência de compra e poderá cobrir a proposta pra continuar com o jogador.

O diretor de futebol do Corinthians, Ronaldo Ximenes, explicou sobre o assunto.

- Disseram que na próxima semana deve chegar uma proposta. Até agora não chegou nada. O Corinthians não tem nada do jogador. Temos preferência de compra. Se cobrirmos, ficamos com o atleta. Vamos ver os números - disse o diretor de futebol.

Titular no Corinthians ao lado de Gil, Cleber tem contrato com o Corinthians até 2017.

Veja Mais:

  • Média de público pagante da Arena Corinthians na atual temporada é de pouco mais de 30 mil

    Arena Corinthians se aproxima de marca de 400 mil assentos vazios na temporada 2018

    ver detalhes
  • Presente na Copa do Mundo, Cássio mantém regularidade no Corinthians e pode ser lembrado por Tite

    Com possibilidade de corinthianos, Tite convoca Seleção Brasileira nesta sexta-feira

    ver detalhes
  • Jonathas passou por ressonância magnética em clínica de São Paulo nesta quinta à tarde

    Jonathas é submetido a exame fora do CT e vira dúvida no Corinthians

    ver detalhes
  • Chegada de atacante e Sergio Díaz pronto para estrear - Giro de notícias do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes