Vereador suspeito de agredir rival terá prisão solicitada pela polícia

Vereador suspeito de agredir rival terá prisão solicitada pela polícia

Por Meu Timão

Vereador já foi visto em briga em outra oportunidade

Vereador já foi visto em briga em outra oportunidade

Foto: Reprodução

O vereador da cidade de Francisco Morato, Raimundo César Faustino, terá sua prisão temporária solicitada pela Polícia Civil. O político é suspeito de agredir um torcedor do Palmeiras no último domingo.

Segundo a polícia, ele junto com um grupo de corinthianos, agrediu Gilberto Torres Pereira perto da estação da CPTM em Franco da Rocha.

A assessoria da Secretaria do Estado informou ao portal de notícias G1, que o palmeirense está em estado muito grave. Gilberto Pereira teve de de passar por uma cirurgia neurológica no Hospital Estadual de Franco da Rocha e está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

- Há indícios suficientes para que possa ser feita a prisão desse vereador por tentativa de homicídio, rixa qualificada e lesão corporal - disse a delegada Rafaela Acedo à TV Globo.

Segundo a polícia, Raimundo era um dos integrantes de um grupo que agrediu Pereira com pedaços de madeira, no último domingo. Vale o destaque que não é a primeira vez que esse vereador se envolve em confusão.

Ele já foi flagrado agredindo um policial durante um jogo entre Corinthians e Vasco no Estádio Mané Garrincha, no ano passado, em Brasília. O advogado da torcida organizada Gaviões da Fiel, Ricardo Cabral, disse ao G1 que Faustino terá de 'explicar o que ele estava fazendo lá para que não paire dúvidas nenhuma sobre a situação dele nesse inquérito policial'.

O acusado será indiciado por rixa, lesão corporal e tentativa de homicídio.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes