Petros é julgado e punido pelo STJD

Petros é julgado e punido pelo STJD

Por Meu Timão

33 mil visualizações 302 comentários Comunicar erro

Petros foi suspenso pelo STJD

Petros foi suspenso pelo STJD

O meia do Corinthians, Petros, enfim soube por quanto tempo ficará de fora dos gramados. Em um julgamento tenso, o advogado do Corinthians tentou desqualificar a agressão ao árbitro Raphael Claus, mas a estratégia não surtiu efeito.

Munidos das imagens do clássico contra o Santos, o STJD acabou condenando o atleta a 180 dias (6 meses). A votação dos auditores foi equilibrada, mas ninguém optou pela absolvição.

Sobre o depoimento de Petros, o procurador do STJD, William Figueiredo, foi enfático:

- Depoimento pessoal tem que ser visto com ressalvas sempre. É raro ver alguém confessar alguma coisa. Maior ressalva ainda porque a distância em que existe entre o depoimento pessoal e as imagens é gritante.

O lance, pivô de toda a polêmica, aconteceu na última partida entre Santos e Corinthians, na Vila Belmiro. Após "cortar" um ataque corinthiano, o árbitro foi empurrado pelo jogador alvinegro e as imagens circularam o país.

O Corinthians ainda pode recorrer ao pleno do tribunal ou tentar um efeito supensivo. Porém, até uma nova decisão sair, o atleta está fora de combate.

Veja Mais:

  • Maycon (à esq.) não fica após Copa; Rodriguinho e Jadson devem receber ofertas

    Andrés diz que Corinthians deve perder três titulares durante janela de transferências

    ver detalhes
  • Walmir e Carille batem papo durante treino; ambos deixam Corinthians rumo ao Al-Wehda

    'Pego de surpresa', braço-direito de Carille diz ter poucas informações sobre clube saudita

    ver detalhes
  • Balbuena foi capitão na última partida entre os dois times

    Corinthians defende bom retrospecto contra o Internacional neste domingo; veja números

    ver detalhes
  • Bicicleta de Bale inspira zoeira entre corinthianos na web: 'Parecia o Romero!'

    Bicicleta de Bale inspira zoeira entre corinthianos na web; confira melhores tweets

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes