Alexandre Pato pode voltar pra Itália

Alexandre Pato pode voltar pra Itália

Por Meu Timão

Torino estaria de olho em Pato

Torino estaria de olho em Pato

Alexandre Pato está de novo sob olhares da imprensa e clubes da Itália: com a boa atuação nas últimas rodada do Campeonato Brasileiro pelo São Paulo, onde segue emprestado pelo Corinthians, o jogador pode deixar novamente o Brasil.

Segundo o portal Terra, o atacante tem interessado ao Torino, que apesar de não ter o mesmo prestígio do Milan, time pelo qual atuou o jogador, é tradicional no futebol do Calcio. Com o acerto de Ciro Immobile para o Borussia e a possível venda de Alessio Cerci - com propostas de Milan e Atlético de Madrid - o clube italiano irá precisar de reforços no setor ofensivo.

A imprensa italiana já figura o jogador como principal objetivo do Torino antes que a janela de transferência européia se encerre no dia 31 de agosto. O Corinthians tem 60% dos direitos do jogador, enquanto o próprio Pato detém o percentual restante.

Ainda nessa janela, o Timão chegou a receber uma proposta no valor de 10 milhões de Euros da Inter de Milão (cerca de mais de R$ 30 milhões), mas na ocasião, o Corinthians pediu mais e o clube italiano acabou recusando.

Vale lembrar que somente uma proposta acima de 15 milhões de Euros pode tirar o jogador do São Paulo. O rival do Corinthians não é obrigado a liberar o atleta com uma oferta inferior a esse valor.

Veja Mais:

  • Oposicionista deve oficializar sua candidatura em breve

    Com diretores atuais como vice, Paulo Garcia se lança como candidato à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Romarinho marcou sobre o Real Madrid, na semifinal do Mundial de Clubes de 2017

    Corinthians tira onda no Twitter após gol de Romarinho no Real Madrid

    ver detalhes
  • Novo uniforme branco do Corinthians na temporada 2017/18

    Corinthians e Nike renovam parceria até 2029; clube recebe bolada de luvas

    ver detalhes
  • Parte da dívida é relativa a venda de Felipe ao Porto

    Corinthians tem cerca de R$ 10 milhões a receber de clubes brasileiros e europeus

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes