Corinthians desmente oficialmente o portal UOL

Corinthians desmente oficialmente o portal UOL

Por Meu Timão

58 mil visualizações 267 comentários Comunicar erro

Corinthians desmente notícia do portal UOL

Corinthians desmente notícia do portal UOL

O Corinthians veio oficialmente desmentir o portal UOL que noticiou um falso atraso de salários do clube. Na busca frenética por audiência, o portal tem envolvido de forma bastante leviana o nome do clube.

Em acontecimento recente, o portal chegou a associar a prisão do jogador Renato Ribeiro, que dirigia embriagado e teve passagem rápida e apagada pelo Corinthians, em uma manchete sensacionalista que indicava "Ex-corintiano é preso...".

O portal também é um dos únicos veículos que se recusa a abrir mão da alcunha "Itaquerão" para a Arena Corinthians, apesar de pedidos oficiais do clube para que o nome não fosse adotado. A criação de um apelido forte para o estádio inviabilizaria o acordo de naming rights desejado pelo clube.

Na tarde de ontem, o episódio foi diferente: na home do portal, a manchete trazia no título "Após pagar dívida para livrar Sanchez de ação, Corinthians atrasa salário". A "matéria" foi desmentida pelo Corinthians em nota oficial, que garantiu que os salários estão em dia e que apontou a incoerência da própria notícia, que não trazia a informação da manchete.

O UOL ainda não se pronunciou a respeito.

Veja Mais:

  • Douglas já realizou exames médicos no Corinthians

    Douglas realiza exames no Corinthians e é aguardado no CT nesta terça-feira

    ver detalhes
  • Júnior Dutra deve assinar com o Fluminense até dezembro deste ano

    Corinthians libera Júnior Dutra para assinar com o Fluminense

    ver detalhes
  • Ralf entrou no segundo tempo do amistoso contra o Grêmio, na Arena Corinthians

    Com lesão leve, Ralf desfalca Corinthians por três jogos; postura do volante é elogiada

    ver detalhes
  • Mantuan teve lesão confirmada e é baixa no Corinthians

    Mantuan tem lesão muscular confirmada e se torna desfalque no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes