Após declarar paz, diretoria do Corinthians se irrita com arbitragem

Após declarar paz, diretoria do Corinthians se irrita com arbitragem

Por Meu Timão

6.9 mil visualizações 114 comentários Comunicar erro

Gobbi ficou indignado com a arbitragem

Gobbi ficou indignado com a arbitragem

Após minimizar os problemas de arbitragem, a diretoria do Corinthians se irritou no jogo de hoje e prometeu ação. Ainda durante esta semana, Ronaldo Ximenes, diretor de futebol do clube havia dado uma declaração dizendo não acreditar existir nenhuma tentativa de prejudicar o Timão.

A orientação era pra que jogadores e comissão técnica se concentrassem nos jogos e evitassem as reclamações. Por essa razão, o jogador Elias, após a partida deste domingo, se absteve de comentários sobre a arbitragem.

A substituição de última hora de Sandro Meira Ricci por Paulo Godoy Bezerra, e a atuação do segundo, entretanto, irritaram Mário Gobbi. O presidente soltou o verbo e criticou duramente a arbitragem: - O árbitro de hoje é um incompetente, é um burro chucro. É isso que ele fez na Arena Corinthians. Eu quero meus dois pontos! O que estou gastando para montar esse time? Ele parecia um boi solto, nem sabia o que ele apitava. Foi uma coisa horrível. Todas as bolas para o Elias, ele deu contra. Todas. Tudo tem limite - disparou.

Ele ainda lembrou o último jogo pelo Brasileirão, quando em Porto Alegre o Corinthians perdeu para o Grêmio por 2x1, em partida apitada por Heber Roberto Lopes, e comparou a indignação da torcida com a fatídica arbitragem de Amarilla (contra o Boca Jr, na Libertadores 2013).

Gobbi garantiu que irá procurar a CBF para esclarecer a situação: "Nós não estamos felizes, não merecemos isso. Teve um jogador nosso que cometeu uma falha, o Tribunal julgou, nós acatamos a decisão, temos o direito de recorrer, recorremos, tudo isso dentro de uma legalidade, dentro de um tratamento cordial, mas está ficando muito estranho a quantidade de erros em desfavor do Corinthians. Vou falar com o presidente José Maria Marin, vou falar com o presidente Marco Polo, com o presidente da Comissão de Arbitragem, porque assim fica difícil seguir na competição".

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Roberto de Andrade atrasaram pagamento de premiações ao elenco

    Corinthians priorizou grana da Copa do Brasil para pagar premiações atrasadas aos jogadores

    ver detalhes
  • Pedrinho recebeu oferta informal de 25 milhões de euros em julho

    Corinthians recusou contratações e contas no azul por Pedrinho antes de procura do Real Madrid

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Duílio Monteiro Alves já trabalham por reforços para 2019

    Diretor financeiro garante que Corinthians tem dinheiro para se reforçar; Andrés fortalece filosofia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes