Corinthians desaprova data do jogo contra o Atlético Mineiro, pela Copa do Brasil

Corinthians desaprova data do jogo contra o Atlético Mineiro, pela Copa do Brasil

Por Larissa Emanuelle

Diretoria não aceitou o jogo da volta contra o Atlético Mineiro no dia 15 de outubro

Diretoria não aceitou o jogo da volta contra o Atlético Mineiro no dia 15 de outubro

Com as datas e horários da Copa do Brasil já divulgados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Corinthians não aprovou a data do jogo de volta contra o Atlético Mineiro no dia 15 de outubro. A possível ausência de alguns de seus jogadores incomoda os dirigentes alvinegros.

Já que estão servindo as suas seleções no período reservado pela entidade máxima de futebol, Guerrero, Lodeiro, Gil e Elias podem desfalcar o time de Mano Menezes, como aconteceu nesta mesma competição, contra o Bragantino. A possível ausência destes atletas faz com que o clube não aceite atuar na data confirmada.

O Diretor de futebol do Corinthians, Ronaldo Ximenes confirmou a desaprovação da data pelos representantes do Timão: "Não tem como jogar dia 15", afirmou Ximenes .

Contudo, as seleções do Uruguai e do Peru ainda não anunciaram as datas, adversários e nem mesmo os locais de seus amistosos, o que fazem o Corinthians ainda esperar para tomar uma posição. Enquanto isso, a CBF já confirmou os próximos amistosos e devem precisar de Gil e Elias, convocados pelo técnico Dunga.

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes