Petros não comparecerá ao seu segundo julgamento no STJD

Petros não comparecerá ao seu segundo julgamento no STJD

Por Larissa Emanuelle

Petros será julgado novamente pelo STJD

Petros será julgado novamente pelo STJD

Suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva por 180 dias, mas atuando com efeito suspensivo, o meia Petros não comparecerá ao julgamento que acontecerá nesta quinta-feira (11). O departamento jurídico do Timão tentará reduzir o tempo de suspensão.

Mesmo com o julgamento acontecendo um dia após o jogo do Corinthians contra o Atlético Mineiro, o camisa 40, que já está relacionado para esta partida, poderá atuar normalmente, já que as decisões tomadas pelo tribunal só entram em vigor após a publicação oficial, no caso, no dia seguinte.

O atleta alvinegro foi julgado e punido pelo STJD por um lance com o árbitro Raphael Claus, no clássico contra o Santos, quando o Corinthians conseguiu vencer o adversário dentro da Vila Belmiro. Após a punição, o mesmo chegou à perder espaço na equipe, mas foi titular na última partida.

Com Petros pelo menos no banco de reservas, o Timão enfrenta o Atlético Mineiro nesta quinta-feira (11), às 19h30, na Arena Corinthians. A equipe vai em busca de mais uma vitória em casa.

Veja Mais:

  • Dupla 'Renadson' brilhou no Corinthians no Brasileirão de 2015

    Renato Augusto rasga elogios a Jadson e faz projeção sobre futuro do camisa 10 no Corinthians

    ver detalhes
  • Romarinho se especializou em marcar gols contra o Palmeiras: cinco em cinco Dérbis

    Prestes a enfrentar Real Madrid, Romarinho leva Corinthians ao maior jornal da Espanha

    ver detalhes
  • Luidy teve chance de treinar no CT do Corinthians nos primeiros meses deste ano

    Atacante emprestado pelo Corinthians é avisado que não terá espaço no clube em 2018

    ver detalhes
  • Marciel e Jô despertam interesse de times brasileiro e alemão; Juninho, Scarpa e Tréllez podem chegar

    Mercado agitado! Veja quem pode deixar e reforçar o Corinthians no resumão do Meu Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes