Uruguaio prefere os bons resultados ao futebol bonito

Uruguaio prefere os bons resultados ao futebol bonito

Por Meu Timão

Lodeiro quer, pelo menos, a Liberta

Lodeiro quer, pelo menos, a Liberta

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Durante grande parte do Campeonato Brasileiro, o Corinthians sofreu com críticas de que não consegue atuar bem e jogar bonito. Pois bem, mesmo com todos esses questionamentos, o Timão está em quarto lugar no certame e, para o meia Lodeiro, o que vale é vencer.

- Nós queremos melhorar e jogar bonito, qualquer time quer isso. Mas hoje o mais importante é conseguir os resultados. Nesta quinta, vamos pensar em voltar a vencer. No decorrer do jogo, vamos querer jogar bem, mas no futebol o que importa é o resultado - disse o jogador.

Mesmo com a derrota com um gol irregular, os atletas alvinegros saíram de campo admitindo um mau futebol. A expectativa é que o time melhore no jogo de quinta, contra a Chapecoense, na Arena Corinthians.

Apesar de tudo, o uruguaio Lodeiro finalizou sua entrevista coletiva não admitindo que o Timão fique fora do G4.

- O Corinthians é um time grande, o maior o país, e sempre terá a pressão da Libertadores, será uma obrigação. Mas é muito cedo para pensar só nisso. Nós acreditamos ainda em brigar pelo título. Se depois só conseguirmos a Libertadores, bom. Mas hoje o pensamento é pelo título - disse.

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes