Jornalista divulga que Nilmar fechou por R$ 430 mil mensais

Jornalista divulga que Nilmar fechou por R$ 430 mil mensais

Por Meu Timão

Nilmar teria fechado por R$ 430 mil por mês

Nilmar teria fechado por R$ 430 mil por mês

Foto: Divulgação

O Corinthians encerrou as negociações pelo atacante Nilmar por considerar o valor de seu salário e de suas luvas absurdos.

Segundo o jornalista Cosme Rímoli, o Internacional fechou o retorno do atacante por R$ 430 mil reais mensais, pouco mais da metade do que o atacante teria pedido ao alvinegro.

Ainda segundo a coluna do jornalista, que foi ao ar ontem, o Corinthians divulgou que o empresário do atleta havia pedido R$ 800 mil reais por mês e mais luvas de R$ 2 milhões de reais.

O motivo para a "desculpa" de altos salários e luvas elevadas seria que o alvinegro não teria mais dinheiro para investir em altas contratações. Além disso o jornalista também afirma que a folha salarial do Timão bate nos R$ 12 milhões mensais e que o Timão enfrenta dificuldades financeiras para pagar as dívidas oriundas da Arena.

A grande questão que pode ficar na cabeça da torcida corinthiana é: mas não temos R$ 400 mil para pagar a um jogador que está no rival? Como não temos essa verba para trazer um atacante, posição "problemática" no Timão, para ser titular?

Veja Mais:

  • Carille viu seu time tropeçar de novo no segundo turno do Campeonato Brasileiro

    Chances de título do Corinthians seguem caindo; matemáticos colocam arquirrival de vez na briga

    ver detalhes
  • Fotos marcantes da Arena Corinthians com Bruno Teixeira

    SAUDAÇÕES CORINTHIANAS: Fotos marcantes da Arena Corinthians com Bruno Teixeira

    ver detalhes
  • Livro dá chance para torcedores participarem de aula de fotografia na Arena Corinthians

    Workshop de fotografia na Arena é uma das recompensas para quem apoiar o livro do estádio

    ver detalhes
  • Cássio foi mais uma vez chamado por Tite

    Cássio é convocado por Tite e desfalca Corinthians em até três jogos no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes