Supremo rejeita embargo e Petros segue com pena reduzida

Supremo rejeita embargo e Petros segue com pena reduzida

Por Meu Timão

Petros ficará só três jogos fora

Petros ficará só três jogos fora

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A auditoria do STJD rejeitou o embargo da procuradoria do órgão que tinha como objetivo anular a pena de Petros. O jogador cumprirá, apenas, as três partidas de suspensão estabelecidas e depois poderá voltar a atuar.

O procurador do STJD, Paulo Schmitt, contestou o novo resultado e entrou com um embargo para que o Pleno revisse a decisão - algo que não ocorrerá.

Confira a nota oficial do STJD:

'O auditor Décio Neuhaus rejeitou os embargos opostos pela Procuradoria do STJD no Recurso do atleta Petros, do Corinthians. Relator do voto vencedor, Décio entendeu que não há nenhuma obscuridade, omissão ou contradição na decisão adotada pelo Pleno do STJD, que reconheceu não ter ocorrido agressão tipificada no artigo 254-A do CBJD. O auditor afirmou respeitar a opinião da Procuradoria, mas defendeu que a decisão do colegiado foi fundamentada e deve ser respeitada.

Denunciado por trombar com o árbitro Raphael Claus em partida do Campeonato Brasileiro, o atacante Petros foi julgado e punido com 180 dias de suspensão em primeira instância. Após a decisão, o jurídico do Corinthians recorreu e o atleta teve a pena reduzida para três jogos em decisão, por maioria dos votos, do Pleno.

Com o intuito de esclarecer possíveis omissões no julgamento do recurso e buscar uma punição condizente com as provas constantes no processo do Petros, a Procuradoria do STJD entrou com Embargos de Declaração.

Diante da negativa do relator Décio Neuhaus, a punição de três partidas ao atleta Petros segue vigente, podendo o jogador retornar para a equipe do Corinthians após cumprimento da pena imposta'

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes